Marquinhos sai do banco para fazer o Avaí vencer o Juventude e avançar à terceira fase - Esporte - O Sol Diário
 

Copa do Brasil22/02/2018 | 21h05Atualizada em 22/02/2018 | 21h57

Marquinhos sai do banco para fazer o Avaí vencer o Juventude e avançar à terceira fase

Galego entra no decorrer da segunda etapa, marca um gol e dá o passe para Romulo decretar o 2 a 0 no Alfredo Jaconi

Marquinhos sai do banco para fazer o Avaí vencer o Juventude e avançar à terceira fase Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

Marquinhos mostrou o quão é importante para o Avaí. Na noite desta quinta-feira, no Alfredo Jaconi, ele saiu do banco para em apenas cinco minutos empurrar o time azurra para a terceira fase da Copa do Brasil. Foi dele o gol que abriu o placar e o passe para que Romulo decretasse o 2 a 0 sobre o Juventude. O Leão vai enfrentar o Fluminense na etapa seguinte do torneio nacional, quando volta a ter jogos de ida e volta.

O primeiro encontro entre os times está marcado para as 19h15min de quinta-feira, no Engenhão. O próximo compromisso do Leão será pelo Campeonato Catarinense, às 17h de domingo. Os azurras jogam em casa, na Ressacada, contra o Inter de Lages.

LANCES! Veja como foi a partida no Minuto a Minuto.

Mesmo com a proposta de se garantir na defesa antes investir na frente, o Avaí foi acossado no começo da partida. O Juventude concluiu mal as chances antes dos 10 minutos. Mas aos 23, Felipe Lima obrigou Kozlinski ir no canto para espalmar. O Leão chegava pouco, na bola parada em faltas sobre Luanzinho, visado pelos adversários, porém não levou perigo. O 0 a 0 foi justo para a primeira etapa.

Restava conseguir encaixar a jogada de ataque para alcançar a classificação. O Avaí quase pôde comemorar aos 18 da etapa complementar. Da troca de passes, a bola foi na direita para Guga cruzar no meio da área. Getúlio pulou junto com o marcador e conseguiu cabecear por cobertura do goleiro Douglas Silva. A redonda ficou no travessão. Logo em seguida o técnico Claudinei Oliveira fez a mudança que seria vital.

André Moritz deu lugar a Marquinhos. No primeiro lance, o Galego foi no primeiro pau para esperar o cruzamento de Luanzinho. O primeiro toque na bola com o peito para fazer a bola ser desviada para a rede e abrir o placar, aos 22. M10 então fez valer o tempo em campo. Depois de contragolpe desperdiçado, cinco minutos depois, o Leão continuou com a posse. A redonda chegou para o capitão azurra ajeitar para Romulo, vindo de trás, encher o pé, as redes e o coração da torcida azul e branca de alegria pela classificação.

Até porque o Juventude desperdiçou chance clara de ao menos complicar para o Avaí. Aos 33, Ricardo Jesus mandou para fora penalidade máxima que havia sido cometida por Kozlinski. O goleiro se redimiu aos 42, para garantir o triunfo. Caprini pegou sobra na frente da risca da pequena área e mandou um foguete espalmado pelo camisa 1. O avanço à terceira fase estava assegurado. 

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE
Douglas Silva; Vidal (Bruno Ribeiro), Fred, Maurício e Pará; Matheus Santana, Sananduva, Queiroz (Jô) e Fellipe Mateus (Caprini). Felipe lima e Ricardo Jesus.  Técnico: Antônio Carlos Zago.
AVAÍ
Kozlisnki; Guga, Alemão, Betão e João Paulo; Judson, Luan e André Moritz (Marquinhos); Romulo, Getúlio (Maurinho) e Luanzinho (Airton). Técnico: Claudinei Oliveira. 

GOLS: Marquinhos, aos 22 do segundo tempo, e Romulo, aos 27 do segundo tempo (A).
CARTÕES AMARELOS: Bruno Ribeiro e Vidal (J). André Moritz, Kozlinski e Luan (A).

ARBITRAGEM: Cláudio Francisco Lima e Silva, auxiliado por Aílton Farias da Silva e Wendel Augusto Lino de Jesus Melo (trio do SE).
BORDERÔ: não informado.
LOCAL: Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Confira a tabela do Estadual.
Confira mais notícias sobre o
Campeonato Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca