Técnico do Avaí defende Kozlinski de críticas e aprova estreia de promessa azurra - Esporte - O Sol Diário

Catarinense 201805/02/2018 | 08h47Atualizada em 05/02/2018 | 08h47

Técnico do Avaí defende Kozlinski de críticas e aprova estreia de promessa azurra

Goleiro tem importância na vitória do Leão sobre o Criciúma, fora de casa

Técnico do Avaí defende Kozlinski de críticas e aprova estreia de promessa azurra Caio Marcelo/Especial
Foto: Caio Marcelo / Especial
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí voltou a vencer após dois jogos. A equipe encarou o Criciúma pressionada pelo revés por 2 a 0 para o Concórdia na rodada anterior do Campeonato Catarinense 2018. Na ocasião, cresceram as críticas do torcedor a alguns jogadores, entre eles o goleiro Kozlisnki. No entanto, no Heriberto Hülse, ele fez boas defesas e que foram importantes para o triunfo azurra por 1 a 0. O técnico Claudinei Oliveira o defendeu, assim como outros de seus comandados.

— Vejo com normalidade, estou acostumado a ver o Maurício (Kozlinski) bem, treinando, jogando bem. Mas enquanto equipe, temos que nos proteger e ajudar um ao outro, se abraçar. Conversei com eles. Às vezes está tranquilo para um, mas não para outro. Temos que nos fortalecer, dar força para ele, para o Romulo. É se doar pelo outro. Ele (Kozlinski) fez grandes defesas. Ficamos felizes e esperamos que tenha uma sequência — disse Claudinei.

O duelo no Sul do Estado também marcou a estreia profissional do lateral-direito Guga, que desponta como promessa formada na casa azurra. O jogador de 19 anos ganhou a preferência do técnico para atuar no posto que vinha com Tiago Cametá. O jovem não decepcionou, e ainda foi elogiado por sua atenção — e não só ele.

— Estamos fazendo um trabalho no Avaí, estamos lançando atletas da base, colocamos na Série A também. Demos uma oportunidade para ele, o Cametá vinha de cinco jogos, o Guga estava descansado e liberado, demos uma oportunidade. Foi uma boa estreia, foi uma boa atuação do Getúlio, o Luanzinho entrou. No treinamento depois da derrota contra o Concórdia tivemos só o Judson que não era da base do Avaí no trabalho, eram 15 jogadores formados na base. Ninguém está fazendo loucuras no clube. Estou satisfeito. Quando um menino desses estreia eu fico muito feliz, principalmente quando é com vitória — comentou.

O Avaí volta a campo às 16h de quarta-feira. Em Ceilândia (DF), o Leão vai encarar os donos da casa na estreia pela Copa do Brasil.

Veja a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca