Aniversariante, Jandrei celebra nova idade sem tomar gols pela Chape no Catarinense 2018 - Esporte - O Sol Diário
 

Muro verde01/03/2018 | 18h47Atualizada em 01/03/2018 | 18h47

Aniversariante, Jandrei celebra nova idade sem tomar gols pela Chape no Catarinense 2018

Goleiro completa 25 anos nesta quinta-feira

Aniversariante, Jandrei celebra nova idade sem tomar gols pela Chape no Catarinense 2018 Sirli Freitas/Chapecoense
Foto: Sirli Freitas / Chapecoense
DC Esportes
DC Esportes

O goleiro Jandrei completou 25 anos nesta quinta-feira e, além da nova idade, comemora uma marca expressiva com a camisa da Chapecoense. Nos oito jogos do Campeonato Catarinense 2018 em que guarneceu a meta verde e branca não teve a meta vazada. Nas duas partidas em que foi poupado, a Chape foi vazada na derrota por 1 a 0 para o Hercílio Luz e sofreu outro tento na vitória por 2 a 1 contra o Tubarão.

Elias foi o goleiro nestas duas ocasiões, enquanto ele foi preservado para os encontros ante o Nacional-URU, pela pré-Libertadores. Do time uruguaio ele sofreu dois gols em dois jogos. Mas no Catarinense os adversários já estão chutando há 720 minutos e ainda não conseguiram passar pelo arqueiro de 25 anos recém-completados.

— É importante para o time e para o jogador. Fico feliz por isso, mas o principal objetivo é a vitória. Se tiver que tomar gol e a gente sair com a vitória, saio feliz – disse o goleiro em entrevista coletiva.

Ele reconhece que parte dessa marca positiva no Estadual é dos companheiros dentro de campo, que têm a missão de evitar o ataque adversário.

— Nosso sistema defensivo está bem definido e consegue evitar que a bola chegue com frequência lá atrás e ocorra a finalização. A marcação começa na frente com o centroavante. Essa é uma identidade nossa e não podemos perder isso — avaliou o goleiro.

Jandrei chegou na Chapecoense ainda com o Catarinense do ano passado em curso, contratado junto ao Tubarão. Desembarcou em Chapecó como a terceira opção depois de Artur Moraes e Elias. Mas foi bem nos treinos e ganhou a titularidade logo na estreia no Brasileirão daquele ano. E não perdeu o posto. O reconhecimento se deu ainda no final da temporada, quando a Chape adquiriu parte dos direitos do jogador e renovou o contrato até 2021.

— Foi um salto grande e rápido, mas teve todo um trabalho antes, de dedicação desde a base – lembrou o goleiro, que começou no Internacional de Porto Alegre.

O próximo compromisso dele e da Chapecoense é neste domingo. Às 17h, o Verdão encara o Inter de Lages no Tio Vida. A partida é válida pela 11ª rodada do Catarinense.  

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJogadores da Chapecoense lamentam erros e pedem apoio da torcida https://t.co/JjclazOBPjhá 7 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioChapecoense perde no Rio e corre risco de entrar no Z-4 https://t.co/1LR6lA9mdahá 8 horas Retweet
O Sol Diário
Busca