Com nome no BID, Sueliton é apresentado e pode reestrear pelo Criciúma - Esporte - O Sol Diário
 

Estadual01/03/2018 | 18h50Atualizada em 01/03/2018 | 18h50

Com nome no BID, Sueliton é apresentado e pode reestrear pelo Criciúma

Lateral-direito está à disposição para o duelo diante do Concórdia pelo Catarinense

Com nome no BID, Sueliton é apresentado e pode reestrear pelo Criciúma Criciúma EC / Divulgação/Divulgação
Sueliton deve reassumir a lateral do Tigre diante do Concórdia Foto: Criciúma EC / Divulgação / Divulgação
DC Esportes
DC Esportes

O técnico Argel Fucks já pode contar com o lateral-direito Sueliton, no Criciúma, no restante do Campeonato Catarinense. Nesta quinta-feira, o jogador foi apresentado pelo Tigre e teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF. Dessa maneira, ele está apto para reestrear pelo clube neste sábado diante do Concórdia, pela 11ª rodada.

– Estou feliz com o retorno ao Criciúma. Em outras vezes estive para voltar ao clube, mas apareceram outros clubes no caminho e não evoluiu o acordo. Agora, com o Argel à frente, foi diferente. Fiquei feliz com o convite. E esse convite, vindo de uma pessoa como o Argel, foi encarado por mim como obrigação em aceitar – falou o primeiro reforço do treinador.

Sueliton vai disputar posição no elenco com jogares mais novos. O Tigre utilizou na lateral direita atletas como Carlos Eduardo e Christian, zagueiro que atuou improvisado no setor. O reforço assegurou que vai fazer de tudo para ajudar o Criciúma e, ainda, dar um suporte aos mais jovens do grupo.

– Sei que temos jovens no elenco, não apenas na minha posição. Estou com mais experiência e, por isso, o Argel resolveu me trazer para ajudar em campo. Venho entendendo que esse é um grupo que está sendo lapidado. E estou aqui para ser um cara positivo dentro de campo para ajudar no projeto – destacou.

Esta é a segunda passagem do jogador pelo Criciúma. A primeira foi em 2013, quando o atleta veio do Rayo Vallecano, da Espanha, como um desconhecido no cenário nacional. Tanto que o primeiro contrato com o Tigre foi de apenas três meses. Ele seguiu no clube e foi peça importante na campanha da permanência na Série A do Campeonato Brasileiro daquele mesmo ano, com total de 47 partidas e dois gols pelo Tigre. Depois ainda defendeu o Joinville e o Figueirense em 2015 e teve passagem por Atlético-PR, Goiás e Náutico. Começou a atual temporada no Mirassol.  

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca