Figueirense vence o Hercílio Luz e garante vaga na final do Catarinense 2018 - Esporte - O Sol Diário
 

Estadual25/03/2018 | 17h56Atualizada em 25/03/2018 | 18h10

Figueirense vence o Hercílio Luz e garante vaga na final do Catarinense 2018

Ferrareis decreta o 1 a 0 com gol aos 43 minutos. Briga por mando da final segue aberto

Figueirense vence o Hercílio Luz e garante vaga na final do Catarinense 2018 Cristiano Estrela / Diário Catarinense/Diário Catarinense
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

Ferrareis completou o cruzamento para dentro do gol e colocou o Figueirense na final do Campeonato Catarinense 2018. Foi um jogo complicado no Orlando Scarpelli, de poucos lances e com um Hercílio Luz valente, brigando contra o rebaixamento. No entanto, uma bola erguida bastou para o 1 a 0 que decretou a vitória alvinegra neste domingo e que o time está na decisão do Estadual. A luta pelo alto agora é pelo mando do jogo no dia 8. O Leão do Sul ainda disputa a permanência. 

Na próxima rodada, a penúltima da fase, o Figueirense vai enfrentar a Chapecoense às 21h45min de quarta-feira, na Arena Condá. É a chance de tentar tirar os quatro pontos de diferença. No mesmo dia, porém às 20h30min, o Hercílio Luz recebe o Concórdia no Anibal Costa. 

O jogo

Desorganizado, o Figueirense esbarrava na marcação  adianta do time visitante no começo de partida. O Hercílio Luz tinha maior presença na campo ofensivo, porém não conseguia a jogada aguda, tampouco era eficiente na bola parada. Quando o Figueira conseguiu acertar passes, quase abriu o placar. Aos 23, Ferrareis recebeu na ponta direito e cruzou rasteiro. Jorge Henrique furou por causa do desvio da defesa, mas Ermel completou no segundo pau. O goleiro Lucas Alves defendeu rente ao poste.  O lance colocou os alvinegros no jogo. 

A equipe mandante insistiu pelo lado esquerdo, mas não conseguia terminar a construção das jogadas. Assim, o Leão do Sul voltou a crescer na partida, ainda que não tenha produzido uma oportunidade clara de marcar.  A melhor chance foi ao 40, quando Levi arriscou da intermediária. O chute  forte quase complicou o goleiro Denis, que ficou com ela.  Foi só, pouco na primeira etapa. O Hercílio Luz voltou para o jogo com duas alterações. Entraram Revson e Bruninho. 

O jogo ficou mais aberto. No entanto, as tentativas dos dois times eram ruins — cruzamentos sem precisão, finalizações prensadas com a defesa. A torcida no Scarpelli manifestava insatisfação passados 10 minutos da etapa. Passados outros 10, os times colocaram em prática as propostas para o fim da partida. O Leão do Sul fortaleceu a marcação com a entrada do volante Marrone na vaga do meia-atacante Levi, enquanto o Figueirense passou a contar com Cedrón, sangue novo à ofensiva da casa. 

Enquanto a Chapecoense empatava em Brusque, abrindo possibilidade do Figueirense encostar na classificação, o paraguaio quase marcou poucos segundos depois de entrar em campo. Ele cutucou o cruzamento de Ferrareis e o goleiro Lucas Alves fez uma grande defesa, no chão.  O time de vermelho iria forçar nos contragolpes, e perdeu um logo aos 26, puxado por Lima.  No instantes finais, o Figueira tinha dois centroavantes em campo, com entrada de Henan, e foi para o tudo ou nada. Deu tudo certo: aos 42, Cedron disparou pelo lado esquerdo e cruzou. O goleiro do Hercílio voou e não achou nada. Ferrareis estava no segundo pau para cutucar e decretar o triunfo que garante o Furacão na final do Catarinense 2018.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE
Denis; Raul, Eduardo, Henrique Trevisan e João Lucas; Zé Antônio, Abuda (Patrick), Gustavo Ermel (Cedrón), Jorge Henrique (Henan) e Gustavo Ferrareis; André Luís. Técnico: Milton Cruz.
HERCÍLIO LUZ
Lucas Alves; Pablo, Sílvio Gomes, Cleber e Maurício Tomazi; Leandro Melo (Revson), Rudnei. Levi (Marrone) e Gilton; Maurício Brito (Bruninho) e Lima. Técnico: Nasareno Silva. 

GOL: Ferrareis, aos 43 do segundo tempo (F)
CARTÕES AMARELOS: Eduardo e João Lucas (F). Leandro Melo, Maurício Brito, Pablo e Rudnei (H)

ARBITRAGEM: Diego da Costa Cidral, auxiliado por Thiago Americano Laves e Antônio Lourival da Luz.
BORDERÔ: 3.053 torcedores, para uma renda R$ 48.027,00
LOCAL: Orlando Scarpelli, Em Florianópolis

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca