Lista de lesões aumenta, e Milton Cruz tem problemas para escalar o Figueirense - Esporte - O Sol Diário
 

Estadual20/03/2018 | 15h57Atualizada em 20/03/2018 | 15h57

Lista de lesões aumenta, e Milton Cruz tem problemas para escalar o Figueirense

Cleberson teve problema muscular confirmado, enquanto lateral-esquerdo Lazaroni também está vetado pelo DM

Lista de lesões aumenta, e Milton Cruz tem problemas para escalar o Figueirense Marco Favero/Diário Catarinense
Milton Cruz terá que mexer mais uma vez no Figueirense Foto: Marco Favero / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

Depois do volante Betinho e dos meias João Paulo e Felipe Amorim, outro jogador do Figueirense voltará aos campos só na Série B do Brasileiro. Nesta terça-feira, o zagueiro Cleberson teve a lesão muscular de grau 2 confirmada e o tempo de recuperação é de até quatro semanas. Além deles, o lateral-esquerdo Lazaroni, com dores musculares, também não enfrenta o Joinville nesta quarta-feira, às 21h30min, pela 15ª rodada do Campeonato Catarinense 2018

– Do grupo que foi montado, todos os jogadores têm condições de estar jogando, mostramos isso durante o campeonato que a gente vem fazendo, o Milton tem feito alterações rodada a rodada e os jogadores têm dado conta do recado. A gente fica triste com os lesionados, mas podem ter certeza que quem vai jogar tem feito o melhor para que o grupo não sinta a falta desses jogadores – disse o lateral-direito Diego Renan.

Apesar dos desfalques por causa de lesões, o técnico Milton Cruz terá a volta do zagueiro Nogueira e do volante Zé Antônio, que ficaram fora da vitória por 1 a 0 sobre o Inter de Lages devido suspensões pelo terceiro cartão amarelo. Ambos devem retornar ao time titular. Outro que jogará novamente é o goleiro Denis, poupado diante do Leão Baio.

Podendo assegurar a classificação à final nesta quarta-feira - além de vencer o JEC, precisa que  Avaí não bata o Criciúma -, o Figueirense se mantém tranquilo. Diego Renan apontou que o momento é pensar somente no jogo diante do Joinville e evita qualquer prognóstico sobre uma eventual decisão no Estadual.

– Não podemos pensar lá na frente ainda, tem que pensar no Joinville, logico que quanto mais jogadores estiverem à disposição para o Milton é melhor para ter uma equipe forte na final e não tem como prever o que vai acontecer. A gente tenta e torce para que todos tenham condições, e para dar uma dor de cabeça para o Milton montar a equipe – completou.

Com 30 pontos, o Figueirense tem oito pontos de vantagem para o terceiro colocado Avaí. Depois do duelo em Joinville, o Figueira ainda terá pelo caminho partidas contra Hercílio Luz, em casa, e Chapecoense e Concórdia, ambas como visitante.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMazola elogia o Criciúma, mas se diz decepcionado com empate https://t.co/KImI4dmal8há 1 diaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCriciúma sai na frente duas vezes, mas fica no empate contra o Oeste https://t.co/SN41q6nUDqhá 1 diaRetweet
O Sol Diário
Busca