Moisés Ribeiro é afastado da Chapecoense após doping positivo - Esporte - O Sol Diário
 

DESFALQUE27/03/2018 | 17h07Atualizada em 27/03/2018 | 17h20

Moisés Ribeiro é afastado da Chapecoense após doping positivo

Exame de urina feito na Libertadores acusou corticóide, que é proibido

Moisés Ribeiro é afastado da Chapecoense após doping positivo MIGUEL ROJO/AFP
Foto: MIGUEL ROJO / AFP

O volante Moisés Ribeiro está afastado dos treinamentos da Chapecoense até que seja esclarecida a questão do exame antidoping em que foi flagrado uso de substância proibida, por um laboratório da Alemanha credenciado pela Conmebol. A informação foi repassada pela assessoria de imprensa do clube na tarde desta quarta-feira, após notícia de que foi encontrada a substância corticoide em exame realizado na partida da Libertadores,  divulgada pelo jornalista Eduardo Florão, do globoesporte.com.

O exame foi realizado após o jogo diante do Nacional, em Montevidéu. Moisés Ribeiro não atuou na primeira partida, pois estava lesionado e acabou se recuperando para o segundo jogo. O corticoide é um anti-inflamatório mas que é proibido por poder melhorar o desempenho dos atletas. A pena pode chegar a dois anos, embora seja uma substância de gravidade menor.

No entanto ainda é necessário esperar o resultado da contraprova, que é o exame do segundo frasco coletado.

A Chapecoense disse que solicitou o resultado da prova "B" e aguarda esse resultado antes de se manifestar sobre o caso. Certo é que o jogador não joga mais no Catarinense e também deve ficar fora das primeiras rodadas do Brasileirão. Mas ele já não vinha jogando em virtude de nova lesão. Aliás o volante é um dos jogadores que mais se lesiona no atual elenco da Chapecoense. Tanto que, em 2016, não chegou a viajar para a final da Sul-Americana, em que ocorreu o trágico acidente aéreo, pois também se recuperava de lesão.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca