Catarinense 2018 tem média de quase 3 mil torcedores por jogo - Esporte - O Sol Diário
 

Estadual09/04/2018 | 09h17Atualizada em 09/04/2018 | 09h17

Catarinense 2018 tem média de quase 3 mil torcedores por jogo

Maior público foi registrado na final, e pior teve menos 100 pessoas

Catarinense 2018 tem média de quase 3 mil torcedores por jogo Sirli Freitas / ACF/Divulgação/ACF/Divulgação
Foto: Sirli Freitas / ACF/Divulgação / ACF/Divulgação
João Lucas Cardoso
João Lucas Cardoso

joao.lucas@somosnsc.com.br

O Campeonato Catarinense 2018 foi encerrado no domingo com o título do Figueirense e com quase 3 mil torcedores por partida de média. As catracas giraram 267.843 vezes nos 10 estádios que receberam jogos da competição. Com isso a média de público do Estadual foi de 2.943 pessoas por jogo.

O maior público foi no último jogo, a final do Catarinense. Na vitória por 2 a 0 do Figueirense sobre a Chapecoense, estiveram presentes na Arena Condá 18.064 torcedores. O pior público foi em outro jogo do Figueira, e também no Oeste de Santa Catarina. No 3 a 0 sobre o Concórdia, pela 18ª rodada, estiveram no Domingos Lima apenas 89 torcedores.

A liderança e vice-liderança de Chape e Figueirense na primeira fase do Catarinense refletiu nas maiores médias de público por clube. O Verdão teve em média 7.383 torcedores por jogo na Arena Condá, enquanto o Figueirense contou com 5.309 pessoas. A pior média de público foi do rebaixado Concórdia, com 929 torcedores. O segundo pior foi o outro rebaixado, o Inter de Lages contou com 1.038 pessoas por partida no Tio Vida.

No entanto, o estádio mais cheio foi do terceiro colocado Tubarão. O Domingos Gonzales teve taxa de ocupação de 67,7%. A Chape ficou em segundo colocado no quesito, e com um percentual de 36,7%, com o Figueirense na sequência pelos 27,1%.

Veja a média e o percentual de ocupação por clube

Avaí – média de 3.734 – taxa de ocupação 20,9%
Brusque – média de 1.132 – taxa de ocupação 22.6%
Chapecoense – média de 7.383 – taxa de ocupação 36,7%
Concórdia – média de 929 – taxa de ocupação 18,5%
Criciúma – média de 3.177 – taxa de ocupação 16,5%
Figueirense – média de 5.309 – taxa de ocupação 27,1%
Hercílio Luz – média de 1.520 – taxa de ocupação 22,3%
Inter de Lages – média de 1.038 – taxa de ocupação 10,8%
Joinville – média de 2.655 – taxa de ocupação 16,7%
Tubarão – média de 2.065 – taxa de ocupação 67,7% 

Leia mais sobre o campeão Figueirense
Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca