Chapecoense só empata com o Vasco na Arena Condá - Esporte - O Sol Diário
 

Decepção22/04/2018 | 17h53Atualizada em 22/04/2018 | 17h53

 Chapecoense só empata com o Vasco na Arena Condá

Verdão saiu na frente mas caiu de rendimento no segundo tempo e cedeu empate


 Chapecoense X Vasco, na arena condá , valido 2º rodada do Brasileirão Série A.Indexador: MARCIO CUNHAFotógrafo: MARCIO CUNHA
O aniversariante Welington Paulista fez o gol da ChapecoenseFoto: Márcio Cunha / Especial

Apesar de jogar em casa contra um Vasco que vinha de derrota na Libertadores a Chapecoense não conseguiu recuperação no Campeonato Brasileiro, neste domingo, na Arena Condá. O time catarinense até saiu na frente mas permitiu o empate dos cariocas na segunda etapa. Com o 1 a 1 no placar agora soma apenas um ponto em duas rodadas.

O início do Verdão foi promissor. Com o retorno do esquema 4-4-2 e de Elicarlos ao meio, a Chapecoense começou bem a partida, pressionando o adversário. O time de Gilson Kleina explorou bem as jogadas com os laterais. Primeiro foi com Apodi, na direita, que cruzou para Arthur Caike mas o atacante cabeceou por cima do gol.

Aos 18 minutos a jogada foi pela esquerda. Vinícius Freitas foi até a linha de fundo e cruzou para a área onde Wellington Paulista cabeceou para o chão, sem chance para o goleiro Martín Silva.

Foi um presente que o atacante acabou dando para torcida, em seu aniversário. Na comemoração Wellington Paulista bateu com o braço direito no peito e ergueu a mão para o céu. Minutos depois o atacante quase marcou o segundo, num chute de fora da área, que passou pouco acima do travessão.

No início do segundo tempo a Chapecoense caiu de produção e o Vasco voltou tomando as iniciativas de ataque, tendo finalizações peerigosas com Yago Pikachu e Paulão. Rildo também teve uma boa chance mas ao tentar cabecear a bola deu no ombro e saiu. A pressão do time visitante deu resultado. Thiago Galhardo, que entrou no intervalo, recebeu na direita e cruzou para o meio da área. André Rios recebeu livre, driblou Jandrei e tocou para o gol, empatando a partida.

O setor defensivo da Chapecoense continuou deixando espaços e Jandrei conseguiu evitar o gol da virada, em finalização de Wagner.

O técnico Gilson Kleina tentou a última cartada promovendo a estreia do atacante Leandro Pereira, no lugar de Nadson, que havia entrado no lugar de Luiz Antônio. Outro que entrou foi Vinícius, que teve uma boa finalização, defendida por Martín Silva. Canteros pegou o rebote mas chutou para fora.

No entanto a Chapecoense não conseguiu fazer o gol da vitória. O próximo confronto será no domingo, 16h, contra o Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE- 1
Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Vinícius Freitas; Amaral, Elicarlos, Luiz Antônio (Nadson depois Leandro Pereira) e Canteros; Arthur Caike e Wellington Paulista (Vinícius). Técnico: Gilson Kleina.
VASCO-1
Martín Silva; Rafael Galhardo (Thiago Galhardo), Paulão, Werley e Henrique; Leandro Desábato, Wellington (Evander),  Yago Pikachu e Wagner; Rildo (Riascos) e Andres Rios. Técnico: Zé Ricardo.

GOLS: Welligton Paulista (C), aos 18 minutos do primeiro tempo. Andrés Rios (V), aos nove minutos do segundo tempo.

ARBITRAGEM: Luiz Flávio de Oliveira (SP), auxiliado por Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Herman Brumel Vani (trio de SP).

CARTÕES AMARELOS: Vinícius Freitas (C); Wellington, Wagner (V)
LOCAL: Arena Condá, em Chapecó.

PÚBLICO: 8.675

RENDA: R$ 193.270,00

Veja a tabela completa da Série A do Brasileiro
Leia mais notícias sobre a
Chapecoense no DC

O Sol Diário
Busca