Chapecoense tem vantagem sobre o Figueirense no "cara a cara" dos elencos - Esporte - O Sol Diário
 

Vale taça03/04/2018 | 07h27Atualizada em 03/04/2018 | 07h27

Chapecoense tem vantagem sobre o Figueirense no "cara a cara" dos elencos

Análise aponta Verdão à frente do Figueirense antes da decisão do Catarinense 2018

João Lucas Cardoso
João Lucas Cardoso

joao.lucas@somosnsc.com.br

Chapecoense tem vantagem sobre o Figueirense no "cara a cara" dos elencos Arte DC / Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC / Arte DC

Disputa de equilíbrio como uma final de competição prevê. Chapecoense e Figueirense se enfrentam às 16h de domingo no último jogo do Campeonato Catarinense 2018. Os times com as melhores campanhas se enfrentam pela terceira vez na temporada. Nesta ocasião, a taça em jogo exige força máxima, os times vão colocar em campo o que têm de melhor, diferente dos encontros anteriores. Por isso, convocamos especialistas para tentar traçar o destino da decisão do Estadual. Do goleiro ao treinador, o resultado foi de igualdade, com 6 a 6 entre os times ante os nomes. No domingo, porém, o empate na Arena Condá leva a definição para as penalidades máximas.

Repórter da NSC TV em Chapecó, Pedro Rocha vê a Chapecoense com superioridade no papel. Isso porque é o time com maior investimento entre os 10 que disputaram o Campeonato Catarinense, justamente por ser o único representante do Estado na Série A do Campeonato Brasileiro. No entanto, vai além deste fator, inclusive no tempo de trabalho.

— A Chape tem conjunto. Sob o comando de Gilson Kleina o time foi o campeão simbólico do returno do Brasileirão do ano passado e foi o líder em grande parte de quesitos na primeira fase do Catarinense — argumenta Rocha.

O Figueirense vai para o jogo decisivo com novidades. Há a expectativa do retorno de jogadores importantes, como o volante Betinho, o meia João Paulo e o atacante Maikon Leite, que estiveram ausentes nas últimas rodadas para recuperação de lesão ou preservados. Com eles, de acordo com a repórter da NSC TV Alessandra Flores, a equipe vai ganhar melhor saída de bola, por serem bons passadores, e também na criatividade.

— O Figueirense vai contar com o Jorge Henrique, que tem sido decisivo nas partidas em que entrou e pode ser um nome importante na final. Por último, o André Luís vive um período de seca, mas é artilheiro e demonstrou que sabe o caminho do gol. Acredito em um jogo muito equilibrado e em alto nível — projeta.

Comentarista da rádio CBN Diário, Chico Lins acredita que a preparação ao longo desta semana vai indicar mudanças nas escalações dos times. Enquanto a Chape tem atletas mais experimentados no cenário nacional, o Alvinegro compensa com um grupo mais entrosado. Argumentos que se equivalem e reforçam o equilíbrio.

— Chapecoense e Figueirense fazem uma final igualada. Enquanto a Chape tem jogadores conhecidos nacionalmente, o Figueira montou uma boa base, que dominou o Estadual quando esteve completo, vide o primeiro turno. Há jogadores importantes no lado alvinegro que são dúvidas, e acredito que haverá muito esconde-esconde até a partida. Depois que saiu da Libertadores, o Verdão concentrou seus esforços no Catarinense e mostrou sua qualidade. Posição por posição a disputa é equilibrada. Como é o caso dos centroavantes, do time campeão sai o meu craque do campeonato, ou Wellington Paulista ou André Luis — expõe Lins.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca