Com novo esquema tático, Avaí tenta reabilitação contra o Juventude na Série B - Esporte - O Sol Diário
 

Leão28/04/2018 | 06h45Atualizada em 28/04/2018 | 06h45

Com novo esquema tático, Avaí tenta reabilitação contra o Juventude na Série B

Leão enfrenta time gaúcho neste sábado, às 16h30min, pela terceira rodada

Com novo esquema tático, Avaí tenta reabilitação contra o Juventude na Série B Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC
DC Esportes
DC Esportes

Jogadores e uniformes continuam os mesmos. Mas o Avaí que vai enfrentar o Juventude às 16h30min deste sábado deve ser diferente do que o torcedor azurra se acostumou a acompanhar nos últimos tempos. A Era Claudinei Oliveira foi encerrada e com ela uma equipe diferente surge naturalmente. Geninho fez o primeiro jogo na área técnica na semana anterior, o empate em 2 a 2 com o Brasil-RS. Porém, vai ser no Alfredo Jaconi que o Leão vai se apresentar com os conceitos de jogo do novo comando. Haverá algo da equipe anterior, mas também os primeiros rabiscos do time desenhado pelo paulista de 69 anos que recém-iniciou sua segunda passagem pela Ressacada.

Confira a seguir como deve funcionar o Avaí em Caxias do Sul (RS)

DEFESA
Sugestão de foto: Betão

Principais pontos: três zagueiros, aumento na média de altura e mais segurança na bola aérea.

A defesa vai ganhar mais de 10 centímetros com o trio. Alemão, Betão e Airton provêm média de 1,86m, enquanto os dois primeiros somados com os laterais Guga e Capa tinham 1,77m na média. A mudança no setor defensivo é a grande alteração do técnico Geninho para o primeiro jogo do seu – de fato – Avaí. O experiente Betão, com menos mobilidade que os dois companheiros de linha, fica no centro e comando o setor. Com a medida, o treinador pretende acabar com os riscos que a equipe sofreu na bola aérea. No jogo passado, o empate em 2 a 2 com o Brasil-RS, os dois tentos dos visitantes foram em cabeçadas dentro da área. O goleiro Aranha fica mais protegido, bem como a meta azurra.

MEIO
Sugestão de foto: André Moritz
Principais pontos: com cinco jogadores, maior criação, mais jogadas de beirada de campo e elevação da posse de bola.

Pelos três zagueiros, o esquema permite apenas um volante de marcação. Judson vai também ganhar liberdade para avançar e arriscar os chutes de fora da área que tem tentado nos últimos jogos. Nas alas, Guga (direita) e Capa (esquerda) podem reforçar o sistema defensivo quando necessário, mas também ganham sinal verde para aplicarem o ponto forte que têm: jogadas ofensivas e o avanço até a linha de fundo para o cruzamento. Ainda, contribuem com o armador André Moritz na criação das jogadas. Os laterais viram opção para que o articulador tenha com quem jogar, e não fique dependente da aparição de Renato nas proximidades. Desta forma, o jogador que retornou ao Leão para a disputa da Série B auxilia Judson e pode pisar na área para cooperar com a dupla de ataque. Com mais gente, tem chance de ser um time que tenha mais posse de bola, ponto que Geninho pretende ver no time já neste sábado.

ATAQUE
Sugestão de foto: Getúlio
Principais pontos: mobilidade, mais finalizações e maior velocidade

O meio de campo tem mais jogadores e pode ganhar o acréscimo dos atacantes que saem da área para fazer fluir o jogo azurra. O técnico Geninho indicou a utilização de Getúlio e Romulo na primeira partida em que implanta sua filosofia. Ambos são considerados centroavantes, mas atuam fora da área se necessário. Esta característica dos atletas dá à ofensiva azurra a possibilidade de maior mobilidade. Inclusive para receber as bolas enfiadas pelo meio de campo nos espaços que são capazes de abrir pela agilidade que empregam. As bolas aéreas dos cruzamentos dos alas Guga e Capa, porém, devem recair sobre Getúlio, o mais alto da dupla – 1,86m ante o 1,75m do companheiro.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE
Matheus, Vidal, César Martins, Fred (Micael) e Pará; Bertotto e Jair; Leandro Lima, Fellipe Mateus e Caio Rangel; Guilherme Queiróz (Ricardo Jesus). Técnico: Julinho Camargo

AVAÍ
Aranha; Alemão, Betão e Airton; Guga, Judson, Renato, André Moritz e Capa; Romulo e Getúlio. Técnico: Geninho.

ARBITRAGEM: Rodrigo Carvalhaes de Miranda, auxiliado por Dibert Pedrosa Moises e João Luiz Coelho de Albuquerque (trio do RJ)
DATA E HORA: às 16h30min deste sábado
LOCAL: Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). 

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais notícias sobre
futebol no DC

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMazola abre o jogo sobre a situação do Criciúma: "é gravíssima" https://t.co/UWKf47VbBLhá 8 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMarlon lamenta vacilo em bola parada na derrota do Criciúma https://t.co/2r3TteDr7Shá 18 horas Retweet
O Sol Diário
Busca