Geninho confirma time diferente em primeiro jogo do Avaí com sua cara - Esporte - O Sol Diário
 

Leão27/04/2018 | 17h03Atualizada em 27/04/2018 | 17h52

Geninho confirma time diferente em primeiro jogo do Avaí com sua cara

Treinador aponta que grupo de jogadores recebe bem mudança

Geninho confirma time diferente em primeiro jogo do Avaí com sua cara Felipe Carneiro/Diário Catarinense
Foto: Felipe Carneiro / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí cria expectativa de se apresentar de forma diferente no primeiro jogo da equipe com a mão do técnico Geninho. Os últimos dois treinamentos antes do duelo das 16h30min de sábado, no Alfredo Jaconi, foram de portões fechados. No entanto, o comandante deu indícios de que vai armar a equipe no 3-5-2 e com premissa de mais ofensividade. Ele aponta que a receptividade do elenco vai ajudar na postura da equipe.  

— Aos poucos eu vou tentando passar alguma coisa. Vou conversa com o grupo, sentir com eles, para ter a minha definição após esse último treinamento. A semana foi puxada, muito forte, ainda não conversei com eles. É importante para o treinador receber bem a mudança, por menor que seja. Principalmente com um grupo acostumado a jogar por dois anos e com elenco mantido como é o caso. Você tem que sentir como o atleta sente a mudança. Se de repente eles me disserem que dá para fazer, você pode arriscar — descreveu o treinador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O treinador pode entrar em campo com: Aranha; Alemão, Betão e Airton; Guga, Judson, Renato, André Moritz e Capa; Romulo e Getúlio. O jogo em Caxias do Sul, pela Série B do Campeonato Brasileiro é o primeiro para a equipe assimilar a forma nova de atuar. O treinador acredita que não será o bastante para refletir os conceitos de jogo que implanta neste começo de trabalho na segunda passagem pelo Leão.

— Acho que mais umas três rodadas. Não pode demorar mais que isso. E bom porque teremos mais três semanas. Talvez para o clássico o time tenha mais a minha cara. Eu sigo mantendo a minha maneira de pensar, um campeonato longo. É claro que se você puder ser campeão, ótimo, todos querem ser campeões. Um título de Série B é uma maravilha e isso tem um peso maior do que subir em quarto. Mas é importante estar entre os quatro quando termina o campeonato. Eu não preciso estar entre os quatro agora, preciso estar pertinho — justificou.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais notícias sobre
futebol no DC

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCriciúma contrata volantes do Atlético Mineiro e do Fluminense https://t.co/4Mm2SRKaYGhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioAtletas do Figueirense criam grupo de carona para não perderem treinos https://t.co/UlvEv8hPqWhá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca