Para Argel, faltou ao Criciúma "capacidade de colocar a bola para dentro" - Esporte - O Sol Diário
 

Série B22/04/2018 | 09h17Atualizada em 22/04/2018 | 09h17

Para Argel, faltou ao Criciúma "capacidade de colocar a bola para dentro"

Pela quantidade de chances criadas, Tigre deveria ao menos empatar com a Ponte Preta, aponta o técnico

Para Argel, faltou ao Criciúma "capacidade de colocar a bola para dentro" Guilherme Han/Especial
Foto: Guilherme Han / Especial
DC Esportes
DC Esportes

O Criciúma perdeu por 1 a 0 para a Ponte Preta no sábado. O Tigre tomou o gol no início da partida no Heriberto Hülse e passou praticamente toda a etapa complementar na pressão para pelo menos empatar. De acordo com o técnico Argel Fucks, faltou à equipe melhor poder de finalização para não amargar a segunda vitória seguida na Série B do Campeonato Brasileiro.

> Criciúma perde em casa para a Ponte Preta

— Não fizemos um bom primeiro tempo, reconhecemos isso. Mas mesmo assim tivemos duas chances claras na etapa e eles tiveram cinco e fizeram um. Se um primeiro tempo foi massacre da Ponte Preta e no segundo foi nosso. Faltou colocar a bola para dentro. Se a gente faz o empate, buscava a virada pelo volume de jogo que tivemos. Pressionamos, colocamos a equipe deles em dificuldade. Não tivemos a capacidade de colocar a bola para dentro. Se fizemos o gol, o jogo teria contorno diferente — disse o treinador do Criciúma na entrevista coletiva após a partida.

No finalzinho da partida o Criciúma e sua torcida pediram gol em falta lateral cobrada por Alex Maranhão cobrada fechada, que bateu na trave e ficou sobre a linha. O técnico da equipe carvoeira não reclamou do lance. O lamento foi pela ausência de gol e a consequência: o Tigre ainda não somou ponto na competição.

- Temos de saber que o campeonato da Série B é difícil. O Criciúma pegou dois adversários de qualidade, que estavam na Série A no ano passado. O Goiás tem grande investimento e perdeu os dois jogos também. Tenho 10 anos de treinador profissional e este momento é hora de ter calma e tranquilidade. No ano passado, o Criciúma passou três rodadas sem vencer. Vamos ter tranquilidade e nos agarrar ao segundo tempo. O árbitro apitou bem e se a bola entrou ou não, não sei, tínhamos que colocar a bola lá dentro. De sete chances, pelo menos uma tinha que ter colocado.

O próximo jogo do Tigre está marcado para as 21h30min de sexta-feira. O Tricolor vai a Coritiba enfrentar o Coxa no Couto Pereira.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais notícias sobre a
Série B do Brasileiro 2018

grande investimento e perdeu os dois jogos também. Tenho 10 anos de treinador profissional e este momento é hora de ter calma e tranquilidade. No ano passado, o Criciúma passou três rodadas sem vencer. Vamos ter tranquilidade e nos agarrar ao segundo tempo. O árbitro apitou bem e se a bola entrou ou não, não sei, tínhamos que colocar a bola lá dentro. De sete chances, pelo menos uma tinha que ter colocado.

O próximo jogo do Tigre está marcado para as 21h30min de sexta-feira. O Tricolor vai a Coritiba enfrentar o Coxa no Couto Pereira.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais notícias sobre a
Série B do Brasileiro 2018

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCopa SC tem confronto entre JEC e Figueirense na Arena Joinville https://t.co/xS5DjM99cqhá 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCriciúma enfrenta o Paysandu para tentar chegar na metade de cima da tabela da Série B https://t.co/pp9PfPOal4há 3 horas Retweet
O Sol Diário
Busca