Arrancada da Chapecoense é a pior desde 2014 - Esporte - O Sol Diário
 

Série A22/05/2018 | 18h56Atualizada em 22/05/2018 | 18h56

Arrancada da Chapecoense é a pior desde 2014

Verdão do Oeste tem apenas seis pontos em seis jogos, a um ponto da zona de rebaixamento

Arrancada da Chapecoense é a pior desde 2014 Lauro Alves/Agencia RBS
Rossi, ex-Chapecoense, foi o autor da jogada para o gol de Patrick, o terceiro sofrido por Jandrei em Porto Alegre Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

A derrota para o Internacional por 3 a 0 nesta segunda-feira, no Beira Rio, deixou a Chapecoense com apenas seis pontos em seis rodadas e beirando a zona de rebaixamento, com um ponto a mais que o Atlético-PR.

O aproveitamento de 33% é o pior da equipe desde 2014, quando conquistou apenas dois pontos em seis jogos. Naquele ano o fraco desempenho acabou custando o emprego do técnico Gilmar Dal Pozzo, que havia conduzido o time nos acessos para a Série B, em 2012, e Série A, em 2013.

A situação não é tão crítica como em 2014 até porque antes de jogar contra o Inter o time vinha de dois bons resultados, uma vitória por 3 a 2 diante do Flamengo e depois a classificação paras quartas-de-final da Copa do Brasil, nos pênaltis, diante do Atlético-MG.

Mas a derrota por 3 a 0 acende o alerta de que o time precisa manter a intensidade demonstrada nos dois jogos da Arena Condá para permanecer na Serie A do Campeonato Brasileiro.

Após a partida os jogadores reconheceram a fraca atuação e atribuíram o mau resultado principalmente aos erros de passe.

O próximo confronto é contra o Fluminense, sábado, 16h, no Rio de Janeiro. Para esta partida o time catarinense contará com o retorno do zagueiro Rafael Thyere, que cumpriu suspensão.

Campanhas nas primeiras seis rodadas na Série A:

2014: 2 pontos

2015: 9 pontos

2016: 10 pontos

2017: 10 pontos

2018: 6 pontos

Leia mais notícias sobre a Chapecoense no DC

O Sol Diário
Busca