Chapecoense tenta manter embalo contra o Inter para seguir longe do Z-4 - Esporte - O Sol Diário
 

Verdão21/05/2018 | 07h10Atualizada em 21/05/2018 | 07h10

Chapecoense tenta manter embalo contra o Inter para seguir longe do Z-4

Partida acontece nesta segunda-feira, às 20h, em confronto direto no Brasileirão

Chapecoense tenta manter embalo contra o Inter para seguir longe do Z-4 Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC

Com o contrato do volante Canteros renovado, após anúncio oficial no final de semana, a Chapecoense volta a campo nesta segunda-feira  no fechamento da sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Às 20h, o Verdão do Oeste tenta seguir a missão de se afastar do Z-4.

Apesar da vitória sobre o Flamengo, por 3 a 2, na partida passada, a Chape continua próxima da zona de rebaixamento e, com cinco pontos, será ultrapassada pelo próprio Internacional em caso de derrota. Mesmo assim o clima é de confiança.

– É um jogo bom, fora de casa, e contra uma grande equipe. Como a gente vem de uma sequência boa (vitória no Brasileiro e classificação na Copa do Brasil), é bom manter – disse o zagueiro Luiz Otávio, que vai substituir o suspenso Rafael Thyere.

A Chapecoense soma seis jogos sem derrota entre o Brasileiro e a Copa do Brasil. Além disso, o time está embalado pela classificação às quartas de final da disputa de mata-mata nacional, nos pênaltis, diante do Atlético-MG.

O retrospecto contra o Inter, aliás, é bastante favorável. O Verdão não perde há seis jogos para o Colorado. A última derrota foi por 2 a 0 em 2014, em Caxias do Sul, quando o Beira-Rio estava em reforma para a Copa do Mundo. Na ocasião, os dois gols foram marcados por Wellington Paulista, que agora veste a camisa 9 da Chape. Ele volta depois de cumprir suspensão.

No estádio colorado, o Verdão não perde desde o Brasileirão de 1978, quando contava com Janga no meio de campo. Um dos gols da vitória, por 2 a 0, do Inter foi marcado por Falcão, de bicicleta. Nos últimos dois confrontos na casa gaúcha, foram dois empates sem gols, em 2015 e 2016.

Também foi contra o Internacional a maior goleada da Chape no Brasileirão. Em 2014, o Verdão fez 5 a 0 na aposentadoria do goleiro Dida. Autor de dois gols naquele dia, o atacante Leandro Pereira, que também marcou um contra o Flamengo, deve começar no banco devido ao retorno de Wellington Paulista.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; Zeca, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e D’Alessandro; William Pottker; Leandro Damião. Técnico: Odair Hellmann.

CHAPECOENSE
Jandrei; Apodi, Luiz Otávio, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo e Canteros; Guilherme, Arthur Caíke e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina.

ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Alex Ang Ribeiro (trio de SP).
DATA E HORA: segunda-feira, às 20h.
LOCAL: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Leia mais notícias sobre a Chapecoense no DC

O Sol Diário
Busca