Chapecoense vence o Ceará e deixa a zona de rebaixamento no Brasileirão - Esporte - O Sol Diário
 

Série A30/05/2018 | 22h55Atualizada em 30/05/2018 | 22h55

Chapecoense vence o Ceará e deixa a zona de rebaixamento no Brasileirão

Arthur Caíke, de cabeça, e Canteros, cobrando falta, marcaram para o Verdão do Oeste

Chapecoense vence o Ceará e deixa a zona de rebaixamento no Brasileirão Marcio Cunha/Especial
Foto: Marcio Cunha / Especial
DC Esportes
DC Esportes

Com gols de Arthur Caíke e Canteros, ambos no segundo tempo, a Chapecoense conseguiu aliviar a pressão e deixar a zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Isso porque, o Verdão do Oeste venceu o Ceará, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira na Arena Condá, pela oitava rodada. O resultado encerra a sequência de duas derrotas consecutivas na competição.

A segunda vitória como mandante leva a Chape para 14ª colocação, com nove pontos. A equipe ainda pode perde, no máximo, duas posições no complemento da rodada nesta quinta-feira, mas ainda assim não volta à degola. O Ceará, que ainda não venceu no Brasileirão, segue na penúltima posição, com três pontos, frutos de três igualdades.

O Verdão do Oeste volta a campo no sábado, às 16h, quando visita o Atlético-MG, na Arena Independência, em Belo Horizonte. Recentemente, a Chapecoense eliminou o Galo da Copa do Brasil nos pênaltis após dois empates por 0 a 0. O Ceará terá confronto no domingo, às 19h, no Castelão, quando recebe o Cruzeiro. Ambos os jogos são pela nona rodada da Série A.

Com marcação alta desde o início, a Chape deixou ao Ceará o recurso do chutão para o campo de ataque. Quando isso acontecia, o Verdão tinha na maior parte a sobra. Assim, o time de Gilson Kleina se impôs ofensivamente, mas parou na muralha chamada Éverson. A primeira boa chance foi aos 17 minutos. O atacante Leandro Pereira, que ganhou a vaga de Wellington Paulista, serviu Guilherme no lado esquerdo. Ele bateu cruzado, mas o goleiro defendeu.

O Vovô levou perigo apenas na bola parada. Aos 28, a zaga do Verdão não afastou depois da cobrança de escanteio e Valdo desviou à direita de Jandrei. Aos 30, Márcio Araújo girou na entrada da área e bateu de esquerda, no centro do gol, para defesa de Éverson. A0s 35, Arthur Caíke ficou com a sobra dentro da área e chutou. A redonda passou perto da meta cearense. seis minutos mais tarde, Leandro Pereira bateu com força e o goleiro alvinegro espalmou.

A todo vapor, a Chapecoense iniciou o segundo tempo quase mandando a bola para a rede do Ceará. Canteros levantou da direita, e Arthur Caíke desviou de cabela pela linha de fundo. Os visitantes criaram com Hyuri, que aos cinco minutos bateu cruzado para a primeira defesa de Jandrei no jogo. Aos 10, Wescley ganhou de Douglas e chutou colocado buscando o canto direito, mas a redonda se perdeu pela linha de fundo para alívio da torcida catarinense.

Aos 14, Kleina colocou em campo Wellington Paulista na vaga de Guilherme e, três minutos depois, o camisa 9 participou diretamente no gol do Verdão. O WP9 cruzou da direita, a bola passou pela defesa do Vovô e Arhur Caíke mergulhou para cabecear e abrir o placar. O Ceará tentou o empate com Wescley, que bateu rasteiro. Jandrei caiu bem e segurou firme. Aos 33, Canteros ampliou em bela cobrança de falta, decretando o placar final do confronto.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE - 2
Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Vinicius Freitas; Elicarlos, Márcio Araújo e Canteros; Arthur Caíke (Bruno Silva), Guilherme (Wellington Paulista) e Leandro Pereira (Alan Ruschel). Técnico: Gilson Kleina.

CEARÁ - 0
Éverson; Samuel Xavier, Valdo (Reina), Luiz Otávio e Romário; Richardson, Pio e Fabinho (Tiago Alves); Wescley, Hyuri (Éder Luís) e Douglas Coutinho. Técnico: Jorginho.

GOLS: Arthur Caíke (Ch), aos 17, e Canteros (Ch), aos33 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS:
Canteros e Leandro Pereira (Ch). Luiz Otávio, Pio e Douglas Coutinho (C).
BORDERÔ: 7.015 torcedores para renda de R$ 132.850,00.
ARBITRAGEM: Igor Junio Benevenuto de Oliveira, auxiliado por Felipe Alan Costa de Oliveira e Ricardo Junio de Souza (trio de MG).
LOCAL: Arena Condá, em Chapecó.

Leia mais notícias sobre a Chapecoense no DC

O Sol Diário
Busca