Criciúma não segura o Fortaleza e perde mais uma na Série B - Esporte - O Sol Diário
 

Derrota22/05/2018 | 23h31Atualizada em 22/05/2018 | 23h51

Criciúma não segura o Fortaleza e perde mais uma na Série B

Em jogo que teve queda de luz, Tigre levou 2 a 0 do líder do campeonato na casa do adversário

Renan Medeiros

 

CE - SÉRIE B/FORTALEZA X CRICIÚMA - ESPORTES - Gustavo e Mailson em lance da partida entre Fortaleza e Criciúma, válida pela Série B do   Campeonato Brasileiro, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE), nesta terça-feira, 22.   22/05/2018 - Foto: LC MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO
Superioridade do Fortaleza ficou em evidência do início ao fim do jogo no CastelãoFoto: LC MOREIRA / ESTADÃO CONTEÚDO

O Criciúma saiu de campo derrotado mais uma vez na Série B do Campeonato Brasileiro. O Tigre não conseguiu fazer frente à superioridade do Fortaleza e perdeu por 2 a 0 para o líder da competição na casa do adversário.

Com desfalques, o técnico Mazola Júnior precisou inovar no esquema tático. O Criciúma atuou no 3-5-2, com os laterais se alinhando aos zagueiros e formando uma linha de cinco jogadores quando o time não tinha a bola. Mesmo assim, o Fortaleza teve liberdade para trocar passes no campo inteiro e se impôs no jogo do início ao fim.

Fechado atrás, coube ao Criciúma tentar contra-ataques, mas não chegou a levar perigo ao gol defendido por Marcelo Boeck.

Os cearenses abriram o placar aos 13 da primeira etapa. Jean Patrick fez ótima jogada pela esquerda, limpou dois marcadores e cruzou para a área. Nino fez um leve desvio e a bola chegou na medida para Gustavo dar uma “testada” certeira. Revelado pelo Tigre, o artilheiro da Série B não comemorou o gol.

Os anfitriões não relaxaram com a vantagem no placar. Dez minutos depois do gol, Dodô recebeu lançamento e bateu de primeira, obrigando Luiz a fazer uma bela defesa. 

Aos 38 minutos, o Criciúma quase marcou um gol contra. Dodô mandou a bola na área e Christian tentou tirar, mas cabeceou para trás e acertou o travessão.

Mais ofensivo no segundo tempo

Logo após o início do segundo tempo, Mazola mandou o Criciúma ao ataque. Os laterais Enzo e Natan deram lugar ao meia Luiz Fernando e ao atacante Zé Carlos, respectivamente.

Vaiado pela torcida da casa, Zé quase empatou aos 14 minutos. Após cruzamento de João Paulo pelo lado esquerdo, o centroavante cabeceou sozinho, mas Boeck fez boa defesa e mandou para escanteio.

O Fortaleza respondeu pouco depois. Edinho foi até a linha de fundo pela direita e cruzou na medida para Gustavo, que não conseguiu cabecear. Na segunda bola, Bruno Melo mandou por cima.

Aos 28 do segundo tempo, a partida foi interrompida por seis minutos porque parte das luzes do Castelão se apagaram. A pausa inesperada esfriou o jogo.

Aos 45, Luiz salvou o Tigre de levar o segundo gol ao defender um chute cruzado à queima-roupa de Wilson.

Mas não conseguiu salvar a lambança da zaga logo depois. Após confusão na grande área, Liel recuou mal e Leonan ficou sozinho para mandar para o gol. Agora, era a zaga que apagava. A defesa carvoeira parou pedindo impedimento, que não houve. Na reclamação para cima da arbitragem, Alex Maranhão foi expulso do banco de reservas.

No que restou do jogo, que se seguiu até os 55 minutos, o Criciúma se limitou a se defender, e chegou à sexta derrota na Série B.

O Tigre volta a campo na sexta-feira da semana que vem, quando enfrenta o Avaí na Ressacada, às 21h30min.


FICHA TÉCNICA

FORTALEZA - 2

Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger e Bruno Melo; Jean Patrick, Felipe (Igor Henrique), Marlon, Dodô (Leonan) e Edinho; Gustavo (Wilson). Técnico: Rogério Ceni.

CRICIÚMA - 0

Luiz; Christian, Nino e Fábio Ferreira; Natan (Zé Carlos), Liel, Eduardo, Elvis e Enzo (Luiz Fernando); Mailson (Nicolas) e João Paulo. Técnico: Mazola Júnior.

ARBITRAGEM: Alexandre Vargas Tavares de Jesus, auxiliado por Diogo Carvalho Silva e Daniel de Oliveira Alves Pereira (trio do RJ)

BORDERÔ: 18.286 torcedores, para renda de R$ 146.658,00. 

GOLS: Gustavo, aos 13 do primeiro tempo, e Leonan, aos 47 do segundo.

CARTÕES AMARELOS: Marlon e Diego Jussani (F). Mailson e João Paulo (C).

CARTÃO VERMELHO: Alex Maranhão, no banco (C).

LOCAL: Castelão, em Fortaleza (CE).


Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais notícias sobre a
Série B do Brasileiro 2018

O Sol Diário
Busca