Em jogo com três expulsos, Criciúma soma primeiro ponto contra o Juventude - Esporte - O Sol Diário
 

Tigre15/05/2018 | 23h25Atualizada em 15/05/2018 | 23h29

Em jogo com três expulsos, Criciúma soma primeiro ponto contra o Juventude

Tigre fica no 0 a 0 diante do time gaúcho na abertura da sexta rodada na Série B

Em jogo com três expulsos, Criciúma soma primeiro ponto contra o Juventude Guilherme Hahn/Especial
Foto: Guilherme Hahn / Especial
Renan Medeiros

O Criciúma finalmente saiu de campo somando um ponto na Série B do Brasileiro. Na estreia do técnico Mazola Júnior, o Tigre empatou sem gols com o Juventude no Estádio Heriberto Hülse na noite desta terça-feira, em jogo válido pela sexta rodada. O resultado, porém, não agradou a torcida e não melhora muito a situação do Carvoeiro, que segue na zona de rebaixamento e sem chances de sair mesmo se vencer o confronto seguinte.

Na próxima terça-feira, às 21h30min, o Tigre vai à capital cearense enfrentar o Fortaleza, atual líder da Série B. Sueliton e Jean Mangabeira, que levaram o terceiro cartão amarelo, e Marlon, expulso, desfalcarão o time. O Juventude volta a campo contra o São Bento, apenas no dia 26, às 16h30min, em Sorocaba.

O jogo

Mazola Júnior iniciou a partida com um time mais fechado no meio de campo, com três volantes. A tática surtiu o efeito esperado de dificultar os avanços do Juventude. O problema era que os visitantes vieram com a mesma postura, e nenhum dos times criou nada nos primeiros 20 minutos de jogo.

Passado esse tempo, o Juventude criou a primeira chance. Choco recebeu na entrada da área, limpou a marcação e finalizou com endereço, mas Luiz fechou bem o gol e mandou para escanteio. Dois minutos depois, Alex Maranhão tabelou com Zé Carlos pelo lado esquerdo, avançou até a linha de fundo e finalizou sem ângulo, facilitando para Matheus Cavichioli.

Aos 24, Maranhão resolveu mandar direto para o gol uma cobrança de falta do bico da grande área, obrigando Matheus a fazer boa defesa. No escanteio decorrente do lance, a zaga afastou e Marlon aproveitou a sobra para mandar uma bomba de pé direito, mas para fora.

O Criciúma mandou no primeiro tempo, com mais posse de bola e sofrendo faltas em volta da área, mas não transformou o domínio em gols. O Papão tentou nos contra-ataques, parando em uma atuação segura de Luiz.

Mazola mudou para deixar o time mais ofensivo após o intervalo, com o meia Luiz Fernando no lugar do volante Jean Mangabeira. O Tigre continuou com mais volume de jogo. Aos sete minutos, Sueliton foi até a linha de fundo pelo lado direito e cruzou para a entrada da área, onde chegava Maranhão para bater de primeira, mas sem direção.

Mesmo visivelmente satisfeito com o empate, o Juventude criou boas chances. Aos 14, Choco ficou mais uma vez cara a cara com Luiz e finalizou à queima-roupa. O goleiro levou a melhor novamente e fez a defesa mais difícil do jogo. O Papão chegou bem de novo aos 28. Fred levantou a bola na área e Diones cabeceou tirando tinta do travessão.

Parecia que a situação ia se complicar para o Criciúma aos 34. Em uma disputa de bola com Fellipe Mateus, Marlon pisou nas costas do jogador adversário, que estava caído, e levou o cartão vermelho direto. Foi a segunda expulsão dele nos dois últimos jogos que fez.

Cinco minutos depois, Neuton cometeu uma falta dura e levou o segundo amarelo, anulando a vantagem numérica que o Juventude tinha. Antes de sair de campo, o lateral do Juventude levou uma bronca do capitão Fred. Um minuto adiante, o próprio zagueiro deixou a sola no rosto de Andrew e também foi para o banho mais cedo.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA
Luiz; Sueliton, Nino, Fábio Ferreira e Marlon; Liel, Jean Mangabeira (Luiz Fernando), Eduardo e Alex Maranhão (Andrew); João Paulo e Zé Carlos (Nicolas). Técnico: Mazola Júnior.

JUVENTUDE
Matheus Cavichioli; César Martins, Rafael Bonfim, Fred e Neuton; Diones, Jair, Bruninho, Choco (Maikinho) e Tony (Fellipe Mateus); Yuri Mamute (Guilherme Queiroz). Técnico: Julinho Camargo.

CARTÕES AMARELOS: Jean Mangabeira, Luiz Fernando e Sueliton (C). Choco, César Martins, Tony, Jair e Bruninho (J).
CARTÕES VERMELHOS: Marlon (C). Neuton e Fred (J).
ARBITRAGEM: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, auxiliado por Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo (trio de SP).
LOCAL: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais notícias sobre a
Série B do Brasileiro 2018

O Sol Diário
Busca