"Faltou tranquilidade", diz Kleina para justificar derrota da Chapecoense - Esporte - O Sol Diário
 
 

Série A22/05/2018 | 07h45Atualizada em 22/05/2018 | 07h45

"Faltou tranquilidade", diz Kleina para justificar derrota da Chapecoense

Verdão do Oeste perde para o Internacional, por 3 a 0, pela sexta rodada do Brasileirão

"Faltou tranquilidade", diz Kleina para justificar derrota da Chapecoense André Ávila/Agencia RBS
Foto: André Ávila / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

A Chapecoense falhou na missão de voltar de Porto Alegre com pontos na bagagem. Longe disso, pois o Verdão perdeu por 3 a 0 do Internacional, no Beira-Rio, no complemento da sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Gilson Kleina disse que o revés se deu pela falta de tranquilidade da Chape em alguns momentos importantes no decorrer do confronto em Porto Alegre.

– Tivemos muitos erros de passes e não conseguimos fazer a transição. Tentamos corrigir durante o jogo, mas só fomos melhorar depois. Faltou tranquilidade a hora que equilibramos para entrar no jogo. Eu vi o adversário nervoso e não soubemos aproveitar. Paramos pouco a bola no ataque e acertamos a trave com o Arthur quando estava 0 a 0 – afirmou Kleina.

O comandante destacou que o Internacional soube mandar para a rede de Jandrei as oportunidades criadas. Do outro lado, ciente de que faltou mais qualidade na transição, Kleina citou que a Chape não foi letal nas poucas vezes que chegou à meta de Danilo Fernandes.

– Pedimos a todo instante para ter uma saída mais rápida e pegar o adversário sem marcação. A hora que encaixamos a marcação e roubamos a bola, tínhamos que ser mais objetivos. Se fosse o 0 a 0 no primeiro tempo seria justo. As chances que eles tiveram foram letais, e nós não conseguimos – falou o treinador.

A Chape volta a campo no sábado, às 16h, quando enfrenta o Fluminense, no Maracanã. Buscar os pontos na casa do adversário será mais uma missão para Kleina trabalhar ao longo da semana.

– Fizemos dois jogos em alto nível, mas recuperamos. Pegar Atlético-MG e Flamengo não foi fácil. Vamos voltar a recuperar para pontuar contra o Fluminense. Jogar fora não é fácil. Marcamos o tempo todo, mas tenho certeza que a equipe vai se comportar de outra maneira – completou.

Com seis pontos, a Chapecoense é a 16ª colocada, a um ponto do Atlético-PR, primeiro time na zona de rebaixamento. Ou seja, mais um tropeço e o Verdão pode integrar o Z-4 ao término da sétima rodada da Série A.

Leia mais notícias sobre a Chapecoense no DC

O Sol Diário
Busca