Goleada do Figueirense se torna marco sob o comando de Milton Cruz  - Esporte - O Sol Diário
 

Série B23/05/2018 | 18h14Atualizada em 23/05/2018 | 18h14

Goleada do Figueirense se torna marco sob o comando de Milton Cruz 

Time ainda não havia marcado quatro gols desde a chegada do treinador

Goleada do Figueirense se torna marco sob o comando de Milton Cruz  Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Renan Mota voltou ao time justamente na retomada das vitórias do Furacão Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O término da maior sequência negativa do Figueirense na atual temporada, com a goleada por 4 a 1 sobre o CSA, na terça-feira pela sétima rodada da Série B do Brasileiro, foi junto a um marco importante sob o comando do técnico Milton Cruz. Pela primeira vez desde que o treinador assumiu o time, em agosto de 2017, o Alvinegro venceu marcando quatro gols. 

O máximo de gols que o Figueirense havia feito em único jogo com Milton Cruz no comando foram três. Isso ocorreu no ano passado na vitória sobre o CRB, por 3 a 1, pela Série B, e neste ano nos triunfos contra o Concórdia (3 a 0) e Inter de Lages (3 a 2) e também no empate por 3 a 3 diante do rival Avaí, todos duelos pelo Campeonato Catarinense.

– O grupo está de parabéns, todos têm que ter pés no chão. Todas as equipes vão ter uma queda de rendimento. O futebol é assim, prega dessas coisas. Fizemos um grande jogo contra uma grande equipe. Não tem nada que não possa ser melhorado. Vamos melhorar. Temos um grupo e sabemos da qualidade – disse Milton Cruz, que em 2018 já viu o time fazer 43 gols em 30 jogos.

Outra situação para o Figueirense voltar a vencer foi o retorno de Renan Mota ao time titular. O jogador foi ausência nas derrotas para o Brasil-RS e Avaí (ambas por 1 a 0) e ficou no banco de reservas no revés diante do Fortaleza (3 a 1). Contra o CSA, ele iria ser opção para o decorrer do confronto, mas uma indisposição de Maikon Leite forçou Milton Cruz a mudar os planos.

– (O Renan) É um jogador importante. Nós temos um grupo. O Maikon iria jogar para explorarmos a velocidade, mas, infelizmente, teve um problema estomacal e ficou fora. O Renan vem de uma sequência de muito tempo sem jogar. Ficamos com medo de não aguentar, mas ele entrou e fez o gol. Ele merece toda a nossa confiança, tem um potencial muito grande, sabe jogar, sabe administrar o jogo e está fazendo gols – destacou o treinador do Alvinegro.

A reabilitação do Figueirense renova o ânimo do elenco para a sequência da Série B. O time chegou aos 12 pontos, retornando ao G-4, mas não seguirá na posição após o complemento da rodada. Paysandu e Avaí se enfrentam e, independente do resultado, um deles irá ganhar o lugar do Furacão. A equipe volta a jogar na terça-feira, às 19h15min, contra o São Bento, em Sorocaba (SP).

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais sobre o
Figueirense

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense e Coritiba fazem duelos de 'vices' na Série B https://t.co/7tKh0Dqzlzhá 22 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMazola abre o jogo sobre a situação do Criciúma: "é gravíssima" https://t.co/UWKf47VbBLhá 1 diaRetweet
O Sol Diário
Busca