Ironman Florianópolis vai reunir 2,5 mil atletas de 44 países no domingo - Esporte - O Sol Diário
 

Internacional22/05/2018 | 15h55Atualizada em 22/05/2018 | 15h55

Ironman Florianópolis vai reunir 2,5 mil atletas de 44 países no domingo

Mais importante prova de triatlo do Brasil será realizada no dia 27 de maio

Ironman Florianópolis vai reunir 2,5 mil atletas de 44 países no domingo Fábio Falconi/Unlimited Sports
Foto: Fábio Falconi / Unlimited Sports
DC Esportes
DC Esportes

Pelo 18º ano consecutivo Florianópolis se torna a capital do Ironman no Brasil. No domingo, 2,5 mil atletas de 44 países devem participar da prova em Jurerê Internacional. E alguns dos melhores triatletas brasileiros estarão na disputa pelos primeiros lugares. Entre eles está justamente o catarinense Igor Amorelli, que no mês passado foi o campeão da prova de 70.3 do Ironman, também em Floripa.

– Ao que tudo indica, os brasileiros estão entre os favoritos para a prova desse ano e é normal que tenhamos uma pressão sobre nós, ainda mais por ser uma prova em nosso país. Além dessa pressão externa, eu já tenho uma dentro de mim, que é muito boa e me motiva ainda mais. Essa disputa entre brasileiros está sendo bem positiva para mim e me dando ainda mais vontade de entrar lá e dar o melhor – disse Igor.

A elite masculina tem largada prevista para às 6h45min. A elite feminina sai às 6h50min. Em seguida, a partida acontece por faixa etária a partir das 7h05min, com tempo limite de conclusão de 17h. O Ironman tem 3.8 km de natação, 180.2 km de ciclismo e 42.2 km de corrida. A etapa do Brasil conta pontos para o ranking no caso da elite e classificará 40 atletas da faixa etária para o Mundial, em outubro, no Havaí.

– Eu estou em uma fase muito bom e bem feliz como o ano está se encaminhando. Vou chegar muito bem em Florianópolis e ainda melhor em Kona. Ao que tudo indica, teremos tempo bom no domingo e vejo que é possível baixar das oito horas de novo – completou o triatleta, que em 2015 fechou o Ironman Brasil em 7h59min36seg.

 Igor Amorelli venceu o IronMan 70.3 em Florianópolis
Foto: Rômulo Cruz / Flowsjournal.com

No masculino, além de Amorelli, os também brasileiros Thiago Vinhal, que tem o melhor resultado na história de Kona, em 2017, Reinaldo Colucci, campeão Pan-Americano em 2011 (Guadalajara) e representante do Brasil nas Olimpíadas de 2008 e 2012, Fábio Carvalho, campeão do 70.3 Foz do Iguaçu,  Guilherme Manocchio, campeão no Ironman Copenhague e no Ironman Fortaleza (2014) surgem como favoritos.

Entre as mulheres, as brasileiras Carol Furriela, campeã nacional de triatlo em 2014, vice-campeã do Ironman 70.3 Brasília 2013 e vice-campeã do Ironman 70.3 Foz do Iguaçu 2014, Bruna Mahn, campeã brasileira de triatlo de longa distância em 2015, melhor do país no Ironman Brasil 2017 e vice-campeã do Ironman 70.3 Florianópolis 2018.

Confira mais notícias do esporte catarinense.

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioApós golaço, Judson espera fazer outros com a camisa do Avaí https://t.co/Fhm8cMAVGRhá 56 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCriciúma tem mais um confronto direto para deixar o Z-4 https://t.co/GCiEb0XXachá 12 horas Retweet
O Sol Diário
Busca