Moritz relativiza período de jejum de vitórias do Avaí, quebrado diante do Paysandu - Esporte - O Sol Diário
 

Série B28/05/2018 | 13h29Atualizada em 28/05/2018 | 13h29

Moritz relativiza período de jejum de vitórias do Avaí, quebrado diante do Paysandu

De seis jogos sem vencer na Ressacada, agora equipe tem seis partidas de invencibilidade; entenda

Moritz relativiza período de jejum de vitórias do Avaí, quebrado diante do Paysandu Avaí FC/Divulgação
Foto: Avaí FC / Divulgação
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí venceu o Paysandu na Ressacada, na última sexta-feira, e mexeu nas estatísticas do desempenho da equipe como mandante. Se antes o time tinha o desafio de acabar com a seca de vitórias, agora passa a defender invencibilidade, apontou o meia André Moritz. Antes do 3 a 1 sobre o Papão, o último triunfo havia sido no 15 de março, sobre o Fluminense, pela Copa do Brasil. Foram seis partidas desde então. Porém, os últimos cinco da sequência foram empates. Agora, portanto, agora o Leão chegou aos seis jogos sem ser batido em seus domínios.

— Estatísticas são coisas de matemático. A gente trabalhar para vencer. Se empata quatro jogos, é porque está há quatro jogos sem vencer. Se no quinto vence, são cinco jogos sem perder. É tudo muito relativo, de momento. Esses dias sem ganhar ou dias sem perder vêm de fora, a gente não coloca essa pressão no vestiário. Vamos trabalhando — apontou o jogador azurra.

A última derrota da equipe na Ressacada foi justamente contra o próximo adversário. Passado o 1 a 0 sobre o Flu, o jogo seguinte como mandante foi contra o Criciúma, pelo Campeonato Catarinense. O Avaí perdeu de virada quando a equipe do Sul do Estado passava dificuldades na competição. Novamente o Leão recebe o Tigre em situação delicada. Mais um sinal para que o time azurra esteja muito concentrada no duelo marcado para as 21h30min de sexta-feira, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

- O futebol é momento. A última derrota foi contra o Criciúma. Não interessa se tem um ponto na competição, é o Criciúma. Time grande, que tem bons jogadores, tem feito bons jogos e não venceu por descuidos. Vamos entrar com cuidado redobrado, focado, e nos impondo, tentando fazer nosso jogo e a vitória. Isso tem feito a diferença. Que do início ao fim estamos nos doando 110%. Não tem bola perdida, acreditamos em todas as bolas. Quando se coloca pensamento positivo, suor e vontade no trabalho, as coisas tendem a acontecer positivamente. O momento é bom, temos de aproveitar. É clássico local, que exige cuidado redobrado, e temos totais condições de vencer, com todo o respeito.  

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioElton chega ao Figueirense e se credencia à vaga no ataque: "Estou pronto" https://t.co/fsSKso8UIvhá 5 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPreparador físico do Criciúma aproveita semana de intervalo para recuperação do elenco https://t.co/fd6Bvfn1K6há 15 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca