Avaí perde para o Oeste na Arena Barueri - Esporte - O Sol Diário
 

Série B26/06/2018 | 22h23Atualizada em 26/06/2018 | 22h29

Avaí perde para o Oeste na Arena Barueri

Equipe mandante marca no comecinho do jogo e trava o Leão, agora com permanência no G-4 ameaçada

Avaí perde para o Oeste na Arena Barueri Marcos Bezerra/Estadão Conteúdo
Foto: Marcos Bezerra / Estadão Conteúdo
DC Esportes
DC Esportes

Tropeço. O Avaí foi travado pelo Oeste e perdeu pela terceira vez na Série B do Campeonato Brasileiro. Na Arena Barueri, diante de 659 torcedores, o Leão sofreu o gol no terceiro minuto de jogo e passou o restante da partida desta terça-feira em busca do empate. Perdeu chances, tentou e parou na solidez defensiva. O placar ficou no 1 a 0.

O resultado não tirou a equipe azurra da vice-liderança, mas a permanência no G-4 ao final da 13ª rodada está ameaçada. O Leão volta a jogar no meio de semana. Às 20h30 da próxima quarta-feira, a Ressacada é palco do duelo contra o Goiás. Já Oeste joga no dia seguinte, às 18h, contra o Guarani.

O jogo

Três minutos passados e o Avaí estava no prejuízo. Na jogada do lado esquerdo, Bruno Lopes recebeu na frente da zaga, cortou Betão e chutou. A bola desviou em Airton e forçou Aranha a observar a bola encontrar o barbante. Obrigada a sair para jogo, a equipe azurra tinha como uma das armas a velocidade do meia Carlos Alberto, escolhido como titular na vaga do lesionado Renato. Porém, o Oeste segurava a vantagem com a posse. Passava a redonda de pé em pé. A resposta do Leão foi aos 12, em um cruzamento afastado errado pelo goleiro Tadeu que Guga emendou o rebote: torto e para fora. Três minutos depois, Romulo arriscou de fora e a pelota passou rente ao poste.

O Avaí começava a tomar conta do jogo, mas faltava agressividade. Não conseguia transpor a barreira rubro-negra. Os poucos arremates não levavam perigo. Até os 41, em uma falha de Tadeu. Pedro Castro mandou uma pancada de fora da área e o goleiro rebateu. Capa aparou o rebote e na hora da conclusão o camisa 1 do Oeste foi nos pés do lateral azurra para abafar e impedir o empate e garantir o resultado favorável aos mandantes na primeira etapa.

Com a vantagem, o time da casa voltou do intervalo com o volante Rodrigo Souza na vaga do meia Daniel Farias. Ficou mais complicado para o Leão chegar perto do gol. Aos nove, depois de bola alçada na área que a defesa não afastou, Carlos Alberto pegou com a sola da chuteira e mandou fora a primeira chance azurra na segunda etapa. Cinco minutos depois, uma cabeçada de Romulo passou perto das redes. Não passava disso. Então Geninho tirou o zagueiro Airton e colocou o meia Marquinhos em campo quando o cronômetro apontava os 26 minutos da etapa.

M10 tinha a missão de encontrar uma brecha para o gol azurra. Mas o Oeste estava irredutível na defesa, não dava espaço. Beltrán entrou para se juntar a Rodrigão e o Avaí era todo ataque. Aos 36, Getúlio, que também entrou na etapa, mandou tiro cruzado para fora. No minuto seguinte, Romulo recebe bom passe e emendou de primeira. Também foi fora. Apesar da pressão e de muita vontade, o placar do começo do jogo foi o mesmo do final: 1 a 0 para o time de vermelho e preto.

FICHA TÉCNICA

OESTE
Tadeu; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Conrado; Lídio, Betinho, Danielzinho (Léo Artur) e Daniel Farias (Rodrigo Souza); Bruno Lopes e Carlinhos (Pedrinho). Técnico: Roberto Cavalo.
AVAÍ
Aranha; Alemão, Betão e Airton (Marquinhos); Guga, Judson, Pedro Castro (Beltrán), Carlos Alberto (Getúlio) e Capa; Romulo e Rodrigão.  Técnico: Geninho.

GOL: Bruno Lopes, aos 3 do primeiro tempo (O).
CARTÕES AMARELOS: Betinho e Lídio (O).  Betão (A).

ARBITRAGEM: Rodrigo Batista Raposo, auxiliado por Luciano Benevides de Sousa e Lehi Sousa Silva (trio do DF).
BORDERÔ: 659 torcedores, para uma renda de R$ 5.305,00.
LOCAL: Arena Barueri, em Barueri (SP).

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

O Sol Diário
Busca