Percurso sobre pontes é atrativo para corrida com 12 mil inscritos em Florianópolis - Esporte - O Sol Diário
 

Corrida01/06/2018 | 07h42Atualizada em 02/06/2018 | 08h06

Percurso sobre pontes é atrativo para corrida com 12 mil inscritos em Florianópolis

Passagem por pistas que ligam ilha e continente é o ponto alto da 42k de Floripa, neste domingo

Percurso sobre pontes é atrativo para corrida com 12 mil inscritos em Florianópolis Marco Favero/Diário Catarinense
Foto: Marco Favero / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

Em vez dos pneus de veículos, tênis que levam corredores a superarem as três distâncias da 42k de Floripa. O evento esportivo marcado para a manhã deste domingo, em Florianópolis, tem como atrativo o percurso que passa sobre as pontes Pedro Ivo e Colombo Salles, que ligam a ilha ao continente da Capital de Santa Catarina. O bastante para atrair 12 mil participantes que receberão o sinal de largada na manhã, na Beira-Mar Continental.

A prova conquistou espaço no calendário catarinense de corridas de rua como Meia Maratona. Neste ano, porém, foi estendida à maratona. Além dos 42,2 quilômetros, há meia maratona (21 quilômetros) e corrida de sete quilômetros de distância, justamente para propiciar que os participantes percorram as pontes. Mas não apenas por isso.

- O fato de ser em Florianópolis, com o apelo turístico da cidade, o apoio dos órgãos responsáveis e o percurso diferente e único foram o atrativos para que mais pessoas optassem por Florianópolis neste feriado – aponta Guilherme Accursio, diretor da Norte Marketing Esportivo, empresa responsável pelo evento.

O número de inscritos é recorde em eventos de corrida em Santa Catarina. Para comportar 12 mil corredores, a organização dividiu as largadas conforme as distâncias. Os portadores de necessidades especiais começam às 6h25min, os maratonistas largam às 6h30min, os que vão percorrer a meia maratona iniciam a prova às 6h45min e os participantes dos 7k recebem sinal verde às 7h de domingo. Outra adequação foi na preparação por causa da greve dos caminhoneiros que prejudicou a mobilidade nos últimos dias. Inclusive porque correram sobre o asfalta de Floripa pessoas de outros estados e países, uruguaios, argentinos, chilenos, peruanos e colombianos.

Nos antecipamos com planos alternativos caso a greve não tivesse sido solucionada, como ainda não foi em sua totalidade, para respeitar os inscritos. Entendemos a dificuldade de algumas pessoas em estar presentes, mas nos sentimos na obrigação de respeitar aquelas que fizeram esforço, que contavam com o evento – justifica Accursio.

Por causa da prova haverá alteração no trânsito da Capital entre 3h e 13h, conforme os trechos. A Beira-Mar Continental será fechada por todo o período e as pontes terão uma pista bloqueada cada. Haverá interdição parcial de trecho da Beira-Mar Norte (4h às 10h30), total da Avenida Governador Gustavo Richard (sentido aeroporto, até 12h) e da Via Expressa Sul (do Túnel Antonieta de Barros até o trevo da Seta, até às 12h).

- Junto com os órgãos públicos tivemos o cuidado de interferir o mínimo o possível no cotidiano na cidade. Muitas das vias destinadas ao percurso têm apenas uma ou duas faixas bloqueadas, permitindo o trânsito. Reforçamos o convite aos cidadãos que deem força aos atletas ao longo do percurso – completa o diretor da empresa responsável.

Os kits dos corredores serão retirados no Centrosul (Passarela Nego Quirido). Na sexta-feira a retirada para começa às 10h e vai até as 20h. No dia seguinte, o horário de funcionamento é das 10h às 18h.

Confira mais notícias do esporte catarinense


O Sol Diário
Busca