Uma seleção para ficar de olho nesta Copa do Mundo - Esporte - O Sol Diário
 

Mundial 201810/06/2018 | 07h46Atualizada em 10/06/2018 | 08h01

Uma seleção para ficar de olho nesta Copa do Mundo

Um time completo com jogadores de diferentes países que merecem a atenção da torcida

Uma seleção para ficar de olho nesta Copa do Mundo Mladen Antonov/AFP
Foto: Mladen Antonov / AFP
DC Esportes
DC Esportes

Melhores do mundo, o mais velho do Mundial, o candidato a bonitão da Copa e símbolo de renovação. Montamos uma seleção com craques reconhecidos e jogador não tão conhecidos mas que você precisa estar atento no decorrer da disputa na Rússia.

Leia mais notícias sobre a Copa do Mundo
Confira a tabela de jogos da Copa da Rússia

Egypts Essam El-Hadary celebrates wining against Congos team during their World Cup 2018 Africa qualifying match between Egypt and Congo at the Borg el-Arab stadium in Alexandria on October 8, 2017.Liverpool striker Mohamed Salah converted a stoppage-time penalty to give Egypt a dramatic 2-1 win over Congo Brazzaville Sunday and a place at the 2018 World Cup in Russia. / AFP PHOTO / TAREK ABDEL HAMID
Foto: TAREK ABDEL HAMID / AFP

GOLEIRO
Essam El-Hadary (Egito)

Pode ser titular, já que disputa a posição com o companheiro Moha Al-Shenawi, com revezamento entre eles nos últimos amistosos, contra Colômbia e Bélgica. El-Hadary atrai a atenção por um fato pitoresco: é o jogador mais velho desta Copa do Mundo. O egípcio tem 45 anos, completados em janeiro. É pouco conhecido pela breve presença no futebol europeu — defendeu o Sion, da Suíça, por duas temporadas. A maior parte da carreira foi no país de origem e no futebol árabe. Atualmente, é o goleiro do Al Taawon, da Arábia Saudita.

Uruguays Diego Godin celebrates after scoring against Chile during their Russia 2018 FIFA World Cup South American Qualifiers football match, in Montevideo, on November 17, 2015.   AFP PHOTO / MIGUEL ROJO
Foto: Miguel Rojo / AFP

ZAGUEIROS
Diego Godín (Uruguai)

O zagueiro vai para sua terceira Copa do Mundo e desta vez será o maior representante da garra charrua, que caracteriza a equipe. Ele assumiu a braçadeira de capitão no decorrer do Mundial no Brasil, por causa da lesão do companheiro Diego Lugano. Aos 32 anos, o defensor do Atlético de Madrid, da Espanha, pode estar em sua última Copa e, também por isso, tem propagado que o Uruguai pode ser campeão do torneio pela terceira vez. O time não é favorito, mas tem um ataque poderoso com Cavani (PSG) e Suárez (Barcelona).

Manchester Citys English defender John Stones gestures during the English League Cup semi-final first leg football match between Manchester City and Bristol City at the Etihad Stadium in Manchester, north west England, on January 9, 2018. / AFP PHOTO / Oli SCARFF / RESTRICTED TO EDITORIAL USE. No use with unauthorized audio, video, data, fixture lists, club/league logos or live services. Online in-match use limited to 75 images, no video emulation. No use in betting, games or single club/league/player publications.  /
Foto: OLI SCARFF / AFP

John Stones (Inglaterra)
É um dos tantos jogadores que fazem parte da renovação do English Team. Como há muito não ocorria, a Inglaterra entra em um Mundial com os adversários preocupados não apenas com a sua tradição. Entre os novos nomes da equipe está o zagueiro de 24 anos. O jogador que ganhou espaço jogando com o Everton agora é um dos integrantes do elenco estelar do Manchester City, atual campeão inglês e comandado por Pep Guardiola. Ainda, leva perigo aos adversários no jogo aéreo.

Caption:LISBON, PORTUGAL - AUGUST 18: PFC CSKA Moscows defender Mario Fernandes during the UEFA Champions League qualifying round play-off first leg match between Sporting CP and CSKA Moscow at Estadio Jose Alvalade on August 18, 2015 in Lisbon, Portugal. (Photo by Carlos Rodrigues/Getty Images)
Foto: Carlos Rodrigues / Getty Images

LATERAL-DIREITO
Mário Fernandes (Rússia)
A familiaridade do nome não é por acaso, e realmente destoa em relação aos companheiros da seleção do país-sede. O jogador de 27 anos é brasileiro, natural de São Caetano do Sul (SP). Em 2011 ele negou uma convocação para a Seleção Brasileira já pensando na naturalização russa e em defender o selecionado anfitrião da Copa. Destaque do Grêmio, chegou no CSKA Moscou em 2012. Naturalizado, defende a Rússia desde 2017. Mário Fernandes está cotado como titular.

FBL-EURO-2016-MATCH47-GER-ITAGermanys midfielder Mesut –zil (R) celebrates with Germanys defender Jonas Hector after scoring during the Euro 2016 quarter-final football match between Germany and Italy at the Matmut Atlantique stadium in Bordeaux on July 2, 2016. Mehdi Fedouach / AFP,
Foto: Mehdi Fedouach / AFP

LATERAL-ESQUERDO
Jonas Hector (Alemanha)
A atual campeã mundial vai para a Copa do Mundo renovada. Quatro anos depois de levantar a taça Fifa, a Alemanha foi para a Rússia com apenas nove jogadores que estiveram no Brasil. Um dos nomes da renovação está na lateral esquerda. O atleta de 28 anos que defende o Colônia vai ser o sucessor do Phillipp Lahm, que defendeu a seleção alemã por uma década e esteve em campo por mais de 100 jogos pela equipe. Hector também atua no meio de campo e tem três gols pela Alemanha, desde 2014.

iniesta, espanha, selecao, eurocopa 2016, franca
Foto: Rémy GABALDA / AFP

MEIAS
Andrés Iniesta (Espanha)

Na reta final da carreira, será a última Copa do craque-camisa da Espanha. Motivo suficiente para ficar de olho no jogador de 34 anos. Ao final da temporada europeia, ele se despediu do Barcelona, clube que defendeu por toda a carreira, e foi para o Vissel Kobe, do Japão. Na Rússia vai disputar seu quarto Mundial e será o condutor dentro de campo, braço do treinador Julen Lopetegui. Vale a espiada no camisa 8 também porque foi de autoria dele o gol que deu à Fúria o único titulo mundial, em 2010.

Belgiums midfielder Kevin De Bruyne controls the ball during the friendly football match between Belgium and Portugal, on June 2, 2018 at the King Baudouin stadium in Brussels. / AFP PHOTO / JOHN THYS
Foto: JOHN THYS / AFP

Kevin De Bruyne (Bélgica)
É cotado como o próximo craque global, com talento e principal jogador de um Manchester City em ascensão mundial. Mas diferente de seleções que têm um jogador para carregar a equipe, o meia de 26 anos conta com suporte de companheiros como Mertens (Napoli), Hazard (Chelsea) e Lukaku (Manchester United) para fazer da Bélgica realidade na terceira Copa seguida em que entra como candidata a estar entre os semifinalistas, pelo menos. A expectativa é que apresente na Rússia o arsenal de jogadas e finalizações que o fizeram estrela na última Premier League.

Seleção Brasileira; Colômbia; Renato Augusto; James Rodríguez; Eliminatórias 2017
Foto: Lucas Figueiredo / CBF/Divulgação

James Rodríguez (Colômbia)
O simples fato de ter sido o artilheiro da última Copa do Mundo é o bastante para que esteja na lista. Mas a esperança, inclusive dos colombianos, é que o atleta de 26 anos apresente mais no segundo Mundial que vai disputar. É que depois da disputa no Brasil virou nome muito conhecido no futebol: defendeu o Real Madrid por três temporadas e agora é uma das estrelas do Bayern de Munique. Tem a missão de levar sua seleção o mais longe o possível e deve ser o homem-gol da equipe.

(FILES) In this file photo taken on March 26, 2018 Portugals forward Cristiano Ronaldo controls the ball during the international friendly football match between Portugal and Netherlands at Stade de Geneve stadium in Geneva on March 26, 2018. / AFP PHOTO / Fabrice COFFRINI
Foto: Fabrice COFFRINI / AFP

ATACANTES
Cristiano Ronaldo (Portugal)

Cinco títulos de melhor jogador do mundo (2008, 2013, 2014, 2016 e 2017) bastam para que seja alvo da atenção do mundo durante a disputa em solo russo. CR7 chega como atual detentor da façanha e maior nome da equipe lusa. A expectativa é de que sua atuação vá além do que é capaz de fazer com a bola nos pés. O gajo liderou o time ao título da última Eurocopa, em 2016, e deve exercer este papel outra vez para fazer seu time ir adiante na Rússia.

Argentinas forward Lionel Messi is pictured during the international friendly football match against Haiti at Boca Juniors stadium La Bombonera in Buenos Aires, on May 29, 2018.  / AFP PHOTO / JUAN MABROMATA
Foto: JUAN MABROMATA / AFP

Lionel Messi (Argentina)
Também estrela do Mundial pelos cinco títulos de melhor jogador do mundo (2009, 2010, 2011, 2012 e 2015), o argentino tem a mesma missão de duas das três Copas que disputou: levar os Hermanos até a taça. A primeira dele, em 2006, ainda era jovem, mas em 2010 e 2014 era protagonista no futebol mundial e não conseguiu repetir as atuações que tem no Barcelona e que o levaram as conquistas individuais ou disputar com CR7 por elas. Não é descartado que Lio faça na Rússia sua última Copa do Mundo. 

Frances forward Olivier Giroud (L) is congratulated by Frances forward Antoine Griezmann (R) after scoring a goal during the friendly football match Italy vs France on September 1, 2016 at San Nicola stadium in Bari.  / AFP PHOTO / ALBERTO PIZZOLI
Foto: ALBERTO PIZZOLI / AFP

Olivier Giroud (França)
Além do faro de goleador — com três tentos em cinco amistosos neste ano pela seleção —, o francês também tem a preferência para um prêmio não-oficial, o de bonitão da Copa. Porém a missão na ofensiva dos Bleus não permite sorrisos quando a bola estiver em jogo. O jogador de 31 anos e 1,92m é o principal homem de ataque porque Karim Benzema, do Real Madrid, não atua mais pela seleção francesa. Cabe ao jogador de Chelsea ser a referência do ataque que tem Griezmann e Mbappé.

 Leia mais:
NSC terá enviados especiais na Copa 2018 para aproximar os catarinenses do Mundial

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioApós golaço, Judson espera fazer outros com a camisa do Avaí https://t.co/Fhm8cMAVGRhá 56 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCriciúma tem mais um confronto direto para deixar o Z-4 https://t.co/GCiEb0XXachá 12 horas Retweet
O Sol Diário
Busca