Mazola reforça o meio-campo do Criciúma para pontuar contra o Goiás  - Esporte - O Sol Diário
 

Tática12/07/2018 | 10h45Atualizada em 12/07/2018 | 10h45

Mazola reforça o meio-campo do Criciúma para pontuar contra o Goiás 

Técnico testou o time com três volantes e dois meias

Mazola reforça o meio-campo do Criciúma para pontuar contra o Goiás  Guilherme Hahn/Especial
Élvis lidera as ações ofensivas do meio-campo tricolor, que também terá Liel, Marlon Freitas, Eduardo e Luiz Fernando Foto: Guilherme Hahn / Especial
Renan Medeiros

Durante a semana, a dúvida de quem acompanhou os treinos do Criciúma era sobre quem faria companhia a Vitor Feijão no ataque do próximo jogo, contra o Goiás, fora de casa, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Nas últimas atividades no Centro de Treinamento, Mazola Júnior deixou no ar a resposta: ninguém.

Sem poder contar com Zé Carlos, que fez uma cirurgia, Lucas Coelho, lesionado e João Paulo, suspenso, o comandante preferiu povoar o meio-campo ao invés de escalar outro atacante. Quem ganhou a posição em relação ao último jogo foi o volante Liel. Um pouco mais à frente, Marlon Freitas e Eduardo reforçam a cobertura pelos lados direito e esquerdo, respectivamente. Élvis e Luiz Fernando farão a ligação com o ataque, que terá Vitor Feijão.

O meia Élvis revelou que a preocupação do Tigre é anular os pontos fortes do adversário, que tem Renato Cajá e Felipe Gedoz no meio. Ainda assim, a meta é surpreender e vencer.

— A gente sabe que a equipe deles é experiente. Com certeza temos que fazer uma marcação especial para eles não conseguirem jogar e a gente sair com a vitória — projeta Élvis. — São jogadores que passaram em várias equipes da Série A. Sabemos que vai ser um jogo difícil, eles vêm de cinco jogos sem derrota. Temos que fazer de tudo para fazer o que o Mazola pedir, vencer e sair da zona de rebaixamento — acrescenta.

No setor defensivo, a única novidade é Artur, substituto do lateral-esquerdo Marlon, suspenso.

Vencer para sair do Z-4

Apenas uma vitória pode tirar o time carvoeiro do Z-4. O Criciúma está dois pontos atrás do Sampaio Correa e três a menos que o Juventude, que têm um jogo a menos.

— Isso não pode estar do jeito que está. Se Deus quiser, vamos ganhar esse jogo, sair da zona e não voltar nunca mais — espera Élvis.

O jogo contra o Goiás será nessa sexta-feira (13), às 20h30min, no Estádio Olímpico, em Goiânia (GO). O adversário também já esteve na zona de rebaixamento, mas agora é o 11º colocado da competição.

A delegação viaja para a capital goiana depois do almoço desta quinta-feira.


Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Criciúma

O Sol Diário
Busca