Avaí joga para o gasto, vence o São Bento e sobe para terceiro da Série B - Esporte - O Sol Diário
 

Brasileiro25/08/2018 | 18h22Atualizada em 25/08/2018 | 18h39

Avaí joga para o gasto, vence o São Bento e sobe para terceiro da Série B

Com gol de Romulo, ainda no primeiro tempo, Leão vence por 1 a 0 fora de casa

Avaí joga para o gasto, vence o São Bento e sobe para terceiro da Série B MIGUEL PESSOA/ESTADÃO CONTEÚDO
Foto: MIGUEL PESSOA / ESTADÃO CONTEÚDO
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí não precisou de muito para vencer o São Bento, ampliar a sequência de invencibilidade e subir uma posição na Série B do Campeonato Brasileiro. O Leão teve dificuldade na criação, finalizou apenas duas vezes na direção das redes, mas conseguiu a jogada que terminou com o golaço de Romulo e a vitória por 1 a 0 fora de casa, no Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP). Triunfo que consolida o time azurra no G-4, na terceira posição e agora com nove jogos seguidos sem perder na competição.

A sequência dá embalo para o duelo ante o arquirrival. Sábado, dia em que completa 95 anos, o Avaí vai receber o Figueirense às 16h30min na Ressacada, pela 24ª rodada o último clássico deste ano. Já o São Bento joga logo na terça-feira, às 20h30min diante do Oeste, em Barueri.

O jogo

Sem surpresa na escalação, com três zagueiros e André Moritz na armação, o Avaí começou com dificuldade na saída para o jogo por causa do gramado irregular e da marcação adiantada do time da casa, que também criou grande chance no comecinho. Logo aos quatro, Diogo Oliveira apareceu na cara do goleiro, sozinho, mas Aranha defendeu com as pernas. Adaptado ao terreno, o Leão avançou a marcação e reduziu o campo ao São Bento, mas não conseguia finalizar na direção do gol. Então, em uma escapada pelo lado, Diogo Oliveira passou rente à linha de fundo e centrou. O zagueiro Marquinhos Silva se esticou para evitar a passagem e o árbitro Wanderson Alves de Sousa apontou para a marca fatal, aos 24.  

Então Anderson Sales mandou paulada no canto esquerdo na cobrança de pênalti. Aranha saltou e desviou com a palma da mão. A redonda tocou a trave antes de ir longe. A equipe azurra custou a levar perigo à meta dos mandantes. Foi apenas aos 38, na falta perto da esquina da grande área em que Moritz bateu colocado e tirou tinta do ângulo esquerdo de Rodrigo Viana. A primeira tentativa azurra na direção das redes, foi gol. Aos 43 minutos, Renato cruzou e Romulo, mesmo marcado, achou a bola em uma quase bicicleta e fez ela encontrar o fundo do barbante. No ângulo e vitória parcial do Avaí com o 1 a 0 no primeiro tempo.

O São Bento se abriu para a etapa complementar, com a entrada do atacante Luidy na vaga do volante Dudu Vieira, dois ex-Figueirense do ano passado. E o time elevou a dificuldade da partida, como aos nove, em pancada cruzada de fora de Diogo Oliveira que passou rente ao poste azurra. O Avaí conseguiu controlar o adversário e tentava em investidas esporádicas. Como aos 19, em que Guga fez ótima jogada individual, invadiu a área e preferiu a assistência para Romulo, que desequilibrado mandou fora, em vez de bater no gol e ampliar. Oito minutos depois, em contra-ataque, Romulo viu Renato aberto ao seu lado e botou na frente. O meia chutou com força e o goleiro espalmou – no segundo arremate azurra na direção das redes em toda a partida.

A partir dos 29, o técnico Geninho passou a colocar gente descansada em campo. Apareceram Matheus Barbosa e Pedro Castro para ajudar a contar o abafa do adversário nos instantes finais. Porém, o placar não mexeu mais e o Avaí conseguiu ampliar a sequência positiva na competição.

FICHA TÉCNICA - São Bento 0 x 1 Avaí

SÃO BENTO
Rodrigo Viana; Samuel Santos, Éwerton Páscoa, Anderson Salles e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Dudu Vieira (Luidy) e Diogo Oliveira (Daniel); Cléo Silva (Francis), Joãozinho e Ronaldo. Técnico: Marquinhos Santos.
AVAÍ
Aranha; Airton, Marquinhos Silva e Betão; Guga, Judson, André Moritz (Pedro Castro), Renato (Matheus Barbosa) e Capa; Romulo (Luan) e Rodrigão. Técnico: Geninho.

GOL: Romulo, aos 43 do primeiro tempo (A).
CARTÕES AMARELOS: Diogo Oliveira e Fábio Bahia (S). André Moritz, Betão, Judson e Marquinhos Silva (A)

ARBITRAGEM: Wanderson Alves de Sousa, auxiliado por Marcus Vinicius Gomes e Marconi Helbert Vieira (trio de MG).
BORDERÔ: 1.745 torcedores, para uma renda de R$ 23.410.
LOCAL: Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

O Sol Diário
Busca