Avaí toma empate do Brasil-RS no finzinho, mas segue no G-4 da Série B - Esporte - O Sol Diário
 

Amargo14/08/2018 | 21h13Atualizada em 14/08/2018 | 21h30

Avaí toma empate do Brasil-RS no finzinho, mas segue no G-4 da Série B

Mesmo com golaço de Renato e expulsão de adversário ainda no primeiro tempo, Leão sofre igualdade no final da partida

Avaí toma empate do Brasil-RS no finzinho, mas segue no G-4 da Série B ITALO SANTOS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Foto: ITALO SANTOS / FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
DC Esportes
DC Esportes

Chance clara desperdiçada. Com vantagem no placar e um a mais em campo desde os 35 minutos do primeiro tempo, quando um jogador do adversário foi expulso, o Avaí sofreu o empate em 1 a 1 com o Brasil-RS. Os donos do Bento Freitas marcaram no finzinho do duelo realizado nesta terça-feira. O empate tirou a vice-liderança provisória da Série B do Campeonato Brasileiro do Leão, mas que segue no G-4. 

Na próxima rodada, a primeira superterça do returno da Série B, o Leão vai enfrentar outro gaúcho. O mandante do duelo na Ressacada encara o Juventude às 19h15min. No mesmo horário e novamente em Pelotas, o Brasil recebe o Paysandu.

O jogo

As duas surpresas do Avaí na escalação têm nome de Luan. O volante foi colocado ao lado de Judson e o Pereira (Luanzinho) atuou na vaga de Romulo, lesionado. Depois de começo truncado, de encaixe dos times em campo, o Leão conseguiu a primeira boa chance da partida. Aos 10 e entre defensores, Rodrigão fez o passe para encontrar Renato dentro da área. O chute, porém, foi fraco e Pitol defendeu. Nove minutos depois, não teve desperdício tampouco falta de categoria por parte do camisa 19. Na bola alta em direção da área, ele viu o goleiro adiantado, deu um toque por cobertura e partiu para comemorar com coreografia o bonito gol no Bento de Freitas. Foi o sétimo dele na Série B — artilheiro do time na competição — e que acabou com a seca particular: desde a 12ª rodada, o empate em 3 a 3 com o Guarani, não balançava as redes.

A equipe azurra seguiu superior e ainda teve chance de ampliar aos 30. Moritz colocou para Rodrigão em profundidade e ele mandou o foguete que faltou desvio para as redes. Aos 35, o time da casa também sofreu com desvantagem de atletas em campo, além da no placar. Pereira deu entrada dura em Luan, recebeu o segundo cartão amarelo e foi ao chuveiro mais cedo. O Leão escapou da igualdade antes do intervalo. Batido escanteio o desvio de cabeça de Leandro ainda teve um leve toque de Aranha até parar na trave. No rebote, Rafael Dumas mandou sobre a barra. O Avaí voltou do intervalo com Lourenço na vaga de Luan Pereira. E o Brasil-RS mais agressivo.

Foram três boas oportunidades ao time da casa nos primeiros dez minutos. Em uma delas, Léo Bahia chutou com força e Betão se jogou no caminho da bola para evitar. O Leão arrematou com Guga, que recebeu lançamento de Airton e bateu pra fora. Com um a menos, porém, a pressão rubro-negra não durou muito. Sobrou a bola parada. Aos 19, por pouco os azurras não sofreram empate em uma falha de Aranha. O goleiro saiu mal, deixou a redonda escapar e Leandro Camilo cutucou para as redes. O guarda-metas se recuperou e abraçou a redonda que ia fraquinha. 

O técnico Geninho colocou Pedro Castro na vaga de André Mortiz e fortaleceu o meio. Ficou para tentar aumentar no contra-ataque. Ele apareceu aos 40, quando Lourenço saiu em disparada e encobriu Pitol. A redonda passou do lado da trave. A punição pelo desperdício ocorreu no minuto seguinte. Leandro Camilo cabeceou a bola alçada na área e acertou o cantinho de Aranha. O goleiro azurra ainda evitou a virada dois minutos depois. Em uma rebatida da defensiva azurra, Luiz Eduardo, que entrou minutos antes, acertou uma cabeçada que fez Aranha saltar e dar o tapa para fora.  O empate satisfez o Brasil-RS, o Avaí não conseguiu outra chance e o placar foi fechado no empate. 

FICHA TÉCNICA - Brasil-RS 1 x 1 Avaí

BRASIL-RS
Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Rafael Dumas e Bruno Collaço (Tiago Cametá); Lenadro Leite, Peireira e Itaqui; Maicon Assis, Léo Bahia (Luiz Eduardo) e Lourency (Kaio). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.
AVAÍ
Aranha; Guga, Betão, Airton e Capa; Judson, Luan e André Moritz (Pedro Castro); Renato, Rodrigão e Luan Pereira (Lourenço). Técnico: Geninho. 

GOLS: Renato, aos 19 do primeiro tempo (A) e Leandro Camilo, aos 41 do segundo tempo (B).
CARTÕES AMARELOS: Judson, Lourenço, Luan Pereira e pedro Castro (A). Carlos Eduardo, Pereira e Tiago Cametá (B).
EXPULSÃO: Pereira (B). 

ARBITRAGEM: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, auxiliado por Daniel Luis Marques e Fabricio Porfirio de Moura (trio de SP).
BORDERÔ: 4.751 torcedores, para uma renda de R$ 62.569.
LOCAL: Bento Freitas, em Pelotas (RS). 

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

O Sol Diário
Busca