Escalação do Figueirense contra o Goiás tem dúvida no meio e troca na lateral - Esporte - O Sol Diário
 

Série B16/08/2018 | 18h26Atualizada em 16/08/2018 | 18h26

Escalação do Figueirense contra o Goiás tem dúvida no meio e troca na lateral

Lucas Marques e João Paulo disputam a vaga deixada por Jorge Henrique, lesionado; Diego Renan volta a ser titular na esquerda

Escalação do Figueirense contra o Goiás tem dúvida no meio e troca na lateral Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

A escalação do Figueirense para enfrentar o Goiás nesta sexta-feira, às 21h30min, não foi divulgada pelo téncico Milton Cruz. O time que entra em campo no Orlando Scarpelli, pela 21ª rodada da Série B do Brasileiro, tem a dúvida entre Lucas Marques e João Paulo no meio de campo e troca de Henrique Trevisan por Diego Renan na lateral esquerda.

– Treinou o Lucas Marques, mas temos algumas dúvidas. Não só com ele, mas outras avaliações do treinamento, fiz algumas mudanças no coletivo. Coletivo é algo que eu não gosto de fazer, a equipe reserva muitas vezes não cumpre a função. Mas vamos ver, conversar para definir a equipe. Temos algumas dúvidas para essa partida – desconversou o técnico Milton Cruz.

A certeza é que o comandante não terá o experiente meia Jorge Henrique. Ele se queixou de dores musculares após o empate, por 0 a 0, contra o Juventude e foi submetido a exames médicos que apontaram lesão de grau 1. Assim, o jogador fica fora do time por até 14 dias e o retorno pode ocorrer somente no clássico contra o rival Avaí, agendado para o dia 1º de setembro, na Ressacada.

– Infelizmente o Jorge teve uma lesãozinha na perna, mas acho que não é uma coisa muito grave. E como temos uma sequência de três jogos, é importante observar bem para não perder o Jorge por mais tempo – falou o treinador.

Diego Renan volta à lateral esquerda

Milton ainda explicou a troca na lateral esquerda. O comandante apontou que jogando em casa e contra um adversário direto pelo G-4, o Figueirense precisa se impor e buscar mais o campo de ataque. Por isso, a preferência de Diego Renan no setor na vaga do zagueiro que vinha atuando improvisado Henrique Trevisan.

– No último jogo, o Juventude é um time que faz muitos gols de bola parada, estudamos o adversário e usamos o Trevisan para essa situação. O Goiás tem jogadores altos, mas não como o Juventude. Estou em casa, então vamos soltar mais as laterais e fazer um grande jogo. Temos um time alto também, bom na bola aérea e estamos equilibrados – completou.

O Figueirense deve começar com Denis; Matheus Ribeiro, Nogueira, Eduardo e Diego Renan; Zé Antônio e Matheus Sales; Renan Mota, Ferrareis e Lucas Marques (João Paulo); Henan. O Alvinegro soma 30 pontos, assim como o Goiás, mas está em sétimo lugar por ter menos vitórias que o adversário (nove contra oito).

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais sobre o
Figueirense

O Sol Diário
Busca