Jejum de seis jogos sem marcar incomoda artilheiro do Avaí: "Saudade do gol"  - Esporte - O Sol Diário
 

Série B02/08/2018 | 18h42Atualizada em 02/08/2018 | 18h42

Jejum de seis jogos sem marcar incomoda artilheiro do Avaí: "Saudade do gol" 

Renato diz sentir falta de balançar as redes e acredita que entrada de Marquinhos no time vai ajudá-lo a acabar com seca

Jejum de seis jogos sem marcar incomoda artilheiro do Avaí: "Saudade do gol"  André Palma Ribeiro/Avaí FC
Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC
DC Esportes
DC Esportes

Seis gols tem Renato pelo Avaí na luta pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. O lateral, que tem jogado como meia, é o artilheiro do time, mas seis também é o número de jogos que ele não balança as redes na temporada. O último tento do camisa 19 azurra foi no empate, por 3 a 3, diante do Guarani, na Ressacada, pela 12ª rodada.

– Saudade de fazer gol. Não sou um goleador, mas dá saudade de balançar a rede, até porque estou sendo muito cobrado pela minha filha (risos) – afirmou o jogador.

Renato, porém, acredita que o jejum pode acabar no sábado, às 19h, quando o Leão encara a Ponte Preta. Para o duelo fora de casa, o técnico Geninho deve optar pela entrada do experiente Marquinhos no meio de campo. Apesar de ainda não estar confirmado a mudança, o artilheiro do Avaí confia que isso será muito bom se acontecer. 

– O Marquinhos é um meia de ofício e que nos deixa na cara do gol com facilidade. Conhece muito bem o setor de meio campo, armador. Facilita para quem joga ali na frente. Mas é o Geninho que vai decidir a formação – destacou Renato. 

Se optar pela entrada de Marquinhos, o técnico Geninho ainda terá que alterar o esquema tático, passando do 3-5-2 para o 4-4-2. Desta maneira, Marquinhos Silva perde a titularidade na defesa. Renato aponta que se a troca ocorrer, os jogadores terão que se adaptar ao novo estilo de forma rápida.

– A gente vem em uma certa formação em vários jogos, praticamente o turno inteiro. Quando muda, a gente sente. Temos que mudar rapidamente essa chave. Independente de formação, cada um sabe o que deve fazer dentro de campo – completou o meia.

Com 28 pontos, o Avaí precisa vencer a Macaca para virar o turno no G-4 da Série B.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

O Sol Diário
Busca