Milton Cruz mantém mistério na escalação do Figueirense para o clássico - Esporte - O Sol Diário
 

Muitas dúvidas31/08/2018 | 11h57Atualizada em 31/08/2018 | 11h57

Milton Cruz mantém mistério na escalação do Figueirense para o clássico

Treinador apenas confirma que vai formar a zaga ante a suspensão de Nogueira, e deixa nomes para instantes da bola rolar no sábado

Milton Cruz mantém mistério na escalação do Figueirense para o clássico Diorgenes Pandini/Diario Catarinense
Foto: Diorgenes Pandini / Diario Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O Figueirense leva o mistério para o clássico ante o Avaí até onde pode. A escalação alvinegra ainda é dúvida para o confronto das 16h30min deste sábado, na Ressacada. É que o técnico Milton Cruz não deu indícios dos 11 jogadores pretende colocar em campo para o início do duelo pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Denis deve estar na meta e entre os zagueiros o comandante confirmou Eduardo ao lado Cleberson, para suprir a suspensão de Nogueira. Laterais, meio ou ataque não foram determinados por Milton Cruz, que realizou treinamento fechado também nesta sexta, o terceiro sem imprensa nos últimos três dias.

— A semana é igual a todas as outras, queríamos um pouco de privacidade para trabalhar. Eu preferir ter isso para trabalhar algumas opções. Não é só o Figueirense, do outro lado fecharam treino, a seleção brasileira fecha treino, São Paulo fecha treino. É da cultura brasileira, do futebol brasileiro — justificou o treinador do Alvinegro.

O comandante avalia utilizar Betinho, recuperado de lesão, como titular. Não demonstrou se vai contar com Gustavo Ferrareis, que chegou a fica de fora de atividades no decorrer da semana por causa de dores. Mas Milton indicou a possibilidade de pelo menos relacionar André Santos pela primeira partida da equipe principal.

— O André tem melhorado muito, temos feito os jogos-treino para avaliar, tem treinado bem. Lógico que ainda falta, mas é um jogador importante, vamos conversar para ver se ele está preparado para ir para o jogo.

Independente de nomes, Milton Cruz se mostrou muito seguro na formatação da sua equipe e sem se influenciar muito pelas dúvidas que o Avaí cria para a partida de sábado. Uma coisa é certa: o treinador mira a vitória, sua primeira em clássicos da Capital, para que o Figueirense se aproxime do G-4 da Série B.

— O Figueirense joga para ganhar sempre, temos nosso jeito de jogar, nossa definição. O que muda são algumas peças, então vamos jogar. Se ele vier com três zagueiros nós temos um jeito, com linha de quatro também. Não adianta ficar mudando nossa maneira de jogar, vamos sempre para vencer, em qualquer lugar. O time é a cara do treinador e está aí.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais sobre o
Figueirense

O Sol Diário
Busca