Na regressiva para o clássico, Avaí e Figueirense contabilizam 10 jogadores pendurados - Esporte - O Sol Diário
 

Sinal amarelo23/08/2018 | 06h55Atualizada em 23/08/2018 | 06h55

Na regressiva para o clássico, Avaí e Figueirense contabilizam 10 jogadores pendurados

Times correm risco de terem desfalques para o confronto de 1º de setembro na Ressacada

Na regressiva para o clássico, Avaí e Figueirense contabilizam 10 jogadores pendurados Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC
DC Esportes
DC Esportes

O clássico entre Avaí e Figueirense será em 1º de setembro, mas, mesmo que falte nove dias para o encontro, as equipes já se preocupam com os pendurados. Juntos, Leão e Alvinegro possuem 10 atletas com dois cartões amarelos. Se eles receberam mais uma advertência nos jogos pela 23ª rodada, que acontecem amanhã e no sábado, estarão fora do confronto na Ressacada.

O Figueirense tem maior número de pendurados: sete jogadores. A dupla de zaga titular formada por Cleberson e Nogueira está com dois amarelos. O mesmo caso ocorre com os protetores da defesa, Matheus Sales e Zé Antônio. A lista se completa com o lateral Diego Renan, o meia Jorge Henrique e o atacante Henan.

Da relação alvinegra, Jorge Henrique é o único que não corre o risco de suspensão no clássico. A presença dele no duelo contra o rival Avaí, porém, ainda é dúvida. O camisa 10 segue em trabalho de recuperação após lesão muscular e, por isso, não estará em campo diante do Brasil-RS amanhã, às 19h15min.

Suspenso na vitória sobre o Boa Esporte por 2 a 0, o volante Zé Antônio retorna ao time titular. Ele cumpriu punição por ter sido expulso no revés para o Goiás, por 2 a 1, e assim segue pendurado com dois cartões amarelos. Precisando da vitória em casa para ter chance de voltar ao G-4, o técnico Milton Cruz não deve poupar.

Leão tem três atletas pendurados

A situação do Avaí é menos complicada. O Leão tem apenas três atletas no limite de cartões amarelos: os meias Pedro Castro, Renato e o atacante Rodrigão. Além disso, a equipe tem 36 pontos e após passar pelo Juventude por 1 a 0, na Ressacada, recuperou a posição no G-4. No sábado, o time encara o São Bento, às 16h30min, em Sorocaba.

Da lista de pendurados, o técnico Geninho se preocupa mais com o artilheiro e também o vice-artilheiro. Renato tem sete e Rodrigão seis gols na Série B. O meia tem ditado o ritmo na armação das jogadas e o atacante a referência ofensiva no Leão e, no turno. Ffoi dele, aliás, o gol da vitória azurra por 1 a 0 em cima do rival Figueirense no Orlando Scarpelli.

Pedro Castro, outro do Leão com dois amarelos, deixou de ser peça essencial no esquema de Geninho. Na volta do treinador, ele tinha papel importante na composição tática, mas perdeu espaço ao longo dos jogos. Nos últimos três duelos – vitórias sobre Juventude e Vila Nova e empate contra o Brasil de Pelotas –, foi reserva.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPela primeira vez, Avaí não conta com atletas da dupla autora de 30% dos gols na temporada https://t.co/Q8z789rTJMhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMarquinhos convoca torcida do Avaí: "Time que quer subir não pode colocar 3 mil" https://t.co/G5YG0HocCQhá 14 horas Retweet
O Sol Diário
Busca