Diego Renan pede apoio da torcida e expõe plano do Figueirense na Série B - Esporte - O Sol Diário
 

Série B25/09/2018 | 14h30Atualizada em 25/09/2018 | 14h30

Diego Renan pede apoio da torcida e expõe plano do Figueirense na Série B

Lateral confia que ao lado dos torcedores o time pode arrancar rumo à elite nacional de 2019

Diego Renan pede apoio da torcida e expõe plano do Figueirense na Série B Luiz Henrique/Figueirense FC
Foto: Luiz Henrique / Figueirense FC
DC Esportes
DC Esportes

O apoio da torcida nos cinco jogos como mandante, dos últimos 10 duelos que terá na Série B do Brasileiro, faz parte do plano do Figueirense na busca do acesso à elite. O lateral-esquerdo Diego Renan, que tem atuado pelo lado direito, disse que ter os torcedores incentivando o elenco nos confrontos realizados no Orlando Scarpelli dará confiança para seguir sonhando com uma vaga entre as 20 equipes da Série A de 2019.  

– A meta é jogo a jogo. Não adianta pensar na frente, o próximo jogo é o mais importante da nossa carreira. É o Atlético-GO, em casa, pedir o apoio do torcedor. Lógico que sabemos que nessa competição o desempenho em casa não está bom, mas chamamos o torcedor, porque junto deles somos mais forte – disse o jogador.

No Orlando Scarpelli, o Alvinegro tem a terceira pior campanha entre os times da Série B. Dos 14 jogos em casa, foram quatro vitórias, quatro empates e seis derrotas. O rendimento diante do torcedor só é melhor que Ponte Preta e Juventude, sendo que os dois fizeram uma partida a menos como mandantes em relação ao Figueirense. Diego Renan sabe que para subir será preciso vencer todos os confrontos na Capital e pontuar também fora.

– Em casa faço algumas contas e pela média de pontos do G-4, acho que sete vitórias e dois empates, ou oito vitórias, a gente garante o acesso. Mas muda muito, está equilibrado, vamos pontuando e diminuindo a diferença da frente – destacou Diego Renan.

Adversário de sábado, às 16h30min, o Atlético-GO traz boas lembranças ao Figueirense. No turno, o Alvinegro venceu por 4 a 3, em Goiânia, em um confronto direto pelas primeiras colocações na Série B.

– Conseguimos abrir logo 3 a 0 no turno, eles quase empataram, fizemos 4 a 2, depois 4 a 3, um jogo inusitado. Um time que está brigando pelo G-4 e nossa meta agora é ganhar a partida para diminuir a distância deles e do grupo de acesso – completou o lateral.

Com 39 pontos, o Figueirense está a seis pontos do rival Avaí, quarto colocado no momento e que abre a zona de acesso. A equipe não vence há quatro jogos e o jejum no Orlando Scarpelli dura dois meses. O último triunfo foi em 24 de julho - 2 a 1 sobre o Vila Nova. 

Veja mais notícias do Figueirense
Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018

O Sol Diário
Busca