Mazola vê Criciúma praticamente livre do rebaixamento após vitória - Esporte - O Sol Diário
 

Cálculos29/09/2018 | 23h22Atualizada em 30/09/2018 | 08h01

Mazola vê Criciúma praticamente livre do rebaixamento após vitória

Técnico frisou que o Tigre "não pode afrouxar" na reta final

Mazola vê Criciúma praticamente livre do rebaixamento após vitória Guilherme Hahn/Especial/Especial
Foto: Guilherme Hahn/Especial / Especial
Renan Medeiros

A vitória do Criciúma por 2 a 1, contra o Boa Esporte fora de casa, deu mais tranquilidade ao técnico Mazola Júnior. O comandante vê praticamente superada a meta de fuga do rebaixamento na Série B de 2018, mas alerta que o Tigre não pode "afrouxar o cinto" nos jogos que ainda restam. 

— Conseguimos um resultado muito expressivo, que praticamente sela o Criciúma na Série B do ano que vem. Não ganhamos de qualquer adversário. Mesmo estando em uma situação difícil na tabela, sabíamos que o jogo da vida deles (do Boa Esporte) era hoje (sábado) aqui. Começaram as dez rodadas finais e eles vinham muito bem nos últimos jogos. Criaram imensas dificuldades para as equipes que vieram aqui. Nós soubemos neutralizar isso, nosso setor defensivo esteve muito bem — analisou Mazola, em entrevista ao repórter Jota Eder, da rádio Eldorado, de Criciúma.

O técnico valorizou, mais uma vez, o empenho dos atletas do Tigre, que superaram uma viagem desgastante, um gramado pesado e um adversário em desespero para alcançar mais um triunfo.

— A marcação do Boa é muito forte, eles são muito mais rápidos que nós e tivemos dificuldade de construir o nosso jogo. Mesmo assim, poderíamos ter matado o jogo com o (Marlon) Freitas naquele lance no segundo tempo. Não fizemos e, depois, tomamos o sufoco. Eles jogaram a salvação deles hoje. Acredito que, com essa derrota, o Boa praticamente caiu de divisão. Nessa situação, não é fácil jogar aqui. Eles são muito aguerridos, não é um time técnico, mas é um time que está muito forte na parte física. É um time novo, a molecada corre e agride muito. Foi uma vitória muito importante, mas muito mesmo — enalteceu.

Depois de dois compromissos consecutivos fora de casa, agora o Criciúma terá dois jogos diante da torcida no Heriberto Hülse. O primeiro deles será nessa terça-feira, contra o Oeste, às 20h30min. Já o Boa só volta a campo na sexta-feira. Em Florianópolis, o time de Varginha encara o Avaí, às 20h30min. Ronaldo e Sueliton estão suspensos e Liel é dúvida.

— Precisamos do torcedor, tem que estar entupido na terça. Oeste é muito forte, rápido, temos suspensos, Liel com lesão. Teremos problemas. Vai fazer a diferença o apoio do torcedor — convocou Mazola.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Criciúma

O Sol Diário
Busca