Na estreia de Micale, Figueirense empata com o São Bento em jogo encerrado precocemente - Esporte - O Sol Diário
 

Série B14/09/2018 | 22h58Atualizada em 14/09/2018 | 22h58

Na estreia de Micale, Figueirense empata com o São Bento em jogo encerrado precocemente

Árbitro Grazianni Maciel Rocha alega condições ruins do gramado por causa das chuvas e partida para por cerca de 36 minutos até ser dada como encerrada

Na estreia de Micale, Figueirense empata com o São Bento em jogo encerrado precocemente Marco Favero/Diário Catarinense
Foto: Marco Favero / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

Rogério Micale estreou com empate no comando do Figueirense. A chuva forte desta sexta-feira atrapalhou o andamento do jogo diante do São Bento e também os planos alvinegros de começar nova fase na Série B do Campeonato Brasileiro. O empate em 2 a 2 teve gols de Elton para o lado alvinegro e Francis pela equipe azul e branca. 

A partida foi parada aos 37 minutos do segundo tempo. O árbitro Grazianni Maciel Rocha alegou falta de condições pelo gramado muito encharcado e chegou a sugerir o término precoce. Foram 36 minutos de paralisação ao todo até que o homem do apito indicou não haver mais condições e encerrou o duelo. 

Com o resultado, o Figueira segue em oitavo e quatro pontos atrás do G-4. Na próxima rodada, a 28ª da competição, o time vai a Londrina para encarar os donos do Estádio do Café em duelo marcado para as 21h30min de terça-feira. Já o São Bento joga às 20h30min da próxima sexta diante do Boa Esporte, no Walter Ribeiro.

O jogo

A chuva forte desta sexta-feira prejudicou o jogo, a bola travava em poças. O Figueirense tentava em levantadas para a área, enquanto o São Bento procurava um caminho sem água para atrapalhar. Assim e com insistência do ex-Figueira Dudu Vieira, em jogada pela direita de ataque, que os visitantes abriram o placar. O volante cruzou rasteiro e Francis completou para as redes, aos 12. Não houve muito tempo para lamentos alvinegros porque quatro minutos depois estava tudo igual novamente. Entre as tentativas de erguer a redonda na área, em uma delas o zagueiro Cleberson conseguiu a desviada que virou a assistência para a emenda de Elton ao barbante.

Após os dois gols a partida voltou a ficar morosa por se concentrar nas poças da região central do gramado. O Figueira levava a bola até a intermediária de ataque, mas não ia além disso. O São Bento conseguia um pouco mais e dava sustos. Como aos 35, em que o cruzamento rasteiro passou pela pequena área sem ninguém para completar ou afastar, e aos 41, em que Cleberson, desatento, torceu que fosse fora a bola que tocou em seu tornozelo depois de nova centrada por baixo dos visitantes. Para tentar mudar o jogo, o Alvinegro voltou do intervalo com mudança: André Santos entrou para fazer a estreia no time principal.

A chuva apertou ainda mais, e o Figueirense se lançou ao ataque. Logo aos quatro da etapa, a equipe levou perigo em cruzada baixa de Jorge Henrique que fez a defensiva azul e branca trabalhar. Quatro minutos depois, a aposta de Rogério Micale deu certo. André Santos bateu o escanteio para a desviada de Ferrareis que foi assistência ao centroavante Elton, no meio da pequena área, que encheu o pé e as redes são-bentistas. O time da casa freou o ímpeto, e o São Bento foi atrás do empate. Aos 17, conquistou. Foi em cobrança de falta fraca que desviou pelo caminho e Francis, de bicicleta, fez chegar ao fundo das redes.

Micale sacou Jorge Henrique e colocou Juninho para tentar acelerar o jogo, apesar das condições do gramado. A esta altura, com a chuva forte que não dava trégua, as poças se multiplicavam pelo gramado do Scarpelli. O jogo ficou muito truncado. Um exemplo disso foi o ocorrido aos 30, quando André Santos, Nogueira e Ewerton Páscoa se enroscaram na área e deram início ao empurra-empurra que ficou barato com um cartão amarelo para cada lado. O final da partida ainda transcorreu com outras discussões entre os jogadores que o árbitro Grazianni Maciel Rocha teve dificuldade para conter e ainda interrompeu o andamento aos  37. Foi uma longa paralisação, de 36 minutos até indicar que a partida seria reiniciada e encerrou o jogo. 

FICHA TÉCNICA - Figueirense 2 x 2 São Bento

FIGUEIRENSE
Denis; Raul, Nogueira, Cleberson e Diego Renan; Pereira, Betinho, Renan Mota (André Santos), Jorge Henrique (Juninho) e Ferrareis; Elton. Técnico: Rogério Micale.
SÃO BENTO
Rodrigo Viana; Tony, Ewerton Páscoa, Anderson Salles e Pedro Botelho; Fábio Bahia, Dudu Vieira e Marcelo Cordeiro (Zezinho); Luidy (Gabriel Vasconcelos), Ronaldo e Francis. Técnico: Marquinhos Santos.

GOLS: Elton, aos 16 do primeiro tempo e aos 8 do segundo tempo (F). Francis, aos 12 do primeiro tempo e aos 17 do segundo tempo (S).
CARTÕES AMARELOS: Ferrareis e Nogueira (F). Ewerton Páscoa e Tony (S). 

ARBITRAGEM: Grazianni Maciel Rocha, auxiliado por Thiago Henrique Neto Correa  Farinha e Daniel de Oliveira Alves Pereira (trio do RJ).
BORDERÔ: 1.547 torcedores, para uma renda de R$ 31.960.
LOCAL: Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Veja mais notícias do Figueirense
Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018

O Sol Diário
Busca