Suspensão de Guga abre espaço para improvisação na lateral direita do Avaí - Esporte - O Sol Diário
 

Bonito gesto27/09/2018 | 07h25Atualizada em 27/09/2018 | 07h25

Suspensão de Guga abre espaço para improvisação na lateral direita do Avaí

Leão pode ter jogador fora da posição novamente contra o Coritiba, assim como no turno

Suspensão de Guga abre espaço para improvisação na lateral direita do Avaí Felipe Carneiro/Diário Catarinense
Foto: Felipe Carneiro / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

Fazer um bom jogo contra o Coritiba e não perder são parte do objetivo do Avaí no sábado, às 19h, para permanecer na zona de acesso na Série B do Brasileiro. O técnico Geninho, porém, revive um dilema que o atormentou no mesmo confronto, mas no turno. O treinador, pela segunda vez – e de novo frente ao Coxa –, não terá à disposição o lateral-direito Guga, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. A improvisação é uma opção.

No turno, o Avaí venceu o Coritiba por 2 a 0 com gols de Capa e Marquinhos. Naquela ocasião, Guga estava fora e, assim, Geninho surpreendeu ao colocar o atacante Lourenço no setor e armar o time no 3-4-3. Na composição do time em campo, o artilheiro Renato jogou um pouco mais recuado, fazendo o papel de ala pelo lado direito, enquanto que a novidade na escalação ficou mais avançado, como o terceiro homem do ataque junto de Romulo e Rodrigão.

A mudança de esquema tático e a improvisação se deram pela falta de jogador para a lateral direita azurra naquela ocasião. Antes de Guga se firmar no setor, no começo do ano, a aposta da diretor foi em cima de Tiago Cametá, que não vingou. Ele foi liberado pelo clube, que recentemente fechou com Yuri, atleta que defendeu o Salgueiro ao longo da Série C. Ele fez 16 jogos pelo time de Pernambuco, está à disposição de Geninho e ansioso para estrear diante do Coxa.

– Ansiedade sempre tem. O Avaí é um clube grande, como nunca joguei em um clube grande dá uma ansiedade. O Guga é a joia da casa, mas estou aqui para fazer meu trabalho e mostrar para a torcida que não precisa ficar com medo e vou corresponder. Eu prefiro atuar pela lateral direita, mas nos clubes que passei também atuei na ponta, como atacante de beirada e me saí muito bem. Se o Geninho optar por isso, poderia me sair bem – disse o lateral Yuri.

O treinador do Leão, caso não queira escalá-lo um lateral de origem para o confronto diante do Coritiba, pode reforçar o meio de campo com a entrada de Pedro Castro ou Luan Pereira. Isso, claro, se mantiver o esquema com três zagueiros. Os atacantes Maurinho, Gabriel Lima e Getúlio são opções para uma formação mais ofensiva, permitindo assim que Renato possa atuar pelo lado direito, assim como ocorreu no turno em partida na Ressacada.

O zagueiro Betão também volta a ficar disponível após cumprir suspensão, enquanto o volante Judson está fora da partida em Curitiba pelo terceiro cartão amarelo. Na defesa, Marcão perderá espaço, enquanto Matheus Barbosa, autor de um dos gols na vitória por 3 a 1, de virada, em cima do Sampaio Corrêa, é o favorito para ficar com o lugar no meio de campo azurra.

Com 45 pontos, o Avaí é o quarto colocado. A equipe está a um ponto do vice-líder Goiás e tem um tento de vantagem sobre quinto colocado Guarani.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais notícias sobre o
Avaí

O Sol Diário
Busca