Conheça as praias do litoral catarinense em que a água nunca esteve imprópria - Mar & Areia - O Sol Diário
 
 

Sem receio de se jogar13/12/2012 | 21h57

Conheça as praias do litoral catarinense em que a água nunca esteve imprópria

Lista considera 10 anos de monitoramento das praias de Santa Catarina pela Fatma

Conheça as praias do litoral catarinense em que a água nunca esteve imprópria Guto Kuerten/Agencia RBS
A parte mais limpa da Praia do Campeche fica em frente à Avenida Pequeno Príncipe, onde Gustavo curte as ondas Foto: Guto Kuerten / Agencia RBS
Anelize Salvagni

Relatórios de qualidade da água do mar costumam causar arrepios nos banhistas. Há sempre um receio de que a praia favorita receba aquela indesejada plaquinha "imprópria para banho". É bom ficar atento, afinal, saúde é assunto primordial. Mas o verão está chegando. Então, vamos falar de coisa boa. Saiba quais os 12 balneários de Santa Catarina que ao longo dos últimos 10 anos tiveram suas águas consideradas 100% próprias para banho.

Parece simples, mas são 194 pontos, ao longo de 560 quilômetros de extensão do litoral, monitorados pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), semanalmente, de novembro a março e uma vez por mês, no resto do ano. Ou seja, passar ileso, sem nenhum problema, é sucesso absoluto. Das 12 praias mais limpas do estado, quatro ficam em cidades ao Norte de Florianópolis - Bombinhas, Governador Celso Ramos, Itapoá e São Francisco do Sul - e outras três em duas cidades ao Sul do Estado: Imbituba e Laguna. Quatro das praias da Capital figuram na relação: três na região Leste da Ilha (Barra da Lagoa, Joaquina e Mole) e a Praia do Campeche, no Sul.

Praia do Campeche

A parte mais limpa da Praia do Campeche fica em frente à Avenida Pequeno Príncipe, na entrada principal da praia. Morador do balneário há 11 anos, Gustavo Furtunato Rosa, 21 anos, gosta de curtir as ondas, na companhia da sua prancha, ou, às vezes, como na foto em que arrebentou pegando jacaré. 

— É aqui que eu encontro todos os meus amigos e conhecidos, que moram nas redondezas. É a praia que eu frequento sempre — conta.

O bom é que a entrada principal foi revitalizada este ano, com passeio, lugares para deixar a bike e mais opções de estacionamento, apesar de pagos.

Águas cristalinas em Mariscal

A larga faixa de areia da Praia de Mariscal, em Bombinhas, é disputada por diversas famílias na alta temporada. As águas tranquilas e cristalinas do balneário são perfeitas para a diversão das crianças. Na última semana, o casal de uruguaios Rosa Los Torto, 25 anos, e Omar Cammarota (foto), 53 anos, curtiu a tranquilidade do local neste fim de primavera, enquanto o grande volume de turistas ainda não chega. É a segunda vez que eles vêm de Montevidéu para Santa Catarina e, desta vez, ficarão por 10 dias. Munido do inseparável chimarrão e das raquetes de frescobol, o casal passou o dia nas águas límpidas de Mariscal.

 
Casal uruguaio curtiu a praia de Mariscal
Foto: Guto Kuerten / Agência RBS

Joaquina é a mais monitorada

A praia mais vezes monitorada entre as mais limpas foi a tradicional Joaquina, em Florianópolis. Nos 10 anos em que o balneário recebeu o selo de aprovação da Fatma, foram 272 análises. Sempre limpa, sempre própria!

A praia ainda tem bom serviço com estacionamento e duchas e é uma das preferidas dos surfistas.

Barra da Lagoa

Casais e crianças compartilham as areias da Praia da Barra da Lagoa, no Leste da Ilha, em Florianópolis, com as pranchas de surfe — há muitas escolas da modalidade no local — e com as pipas coloridas dos praticantes de kitesurfe. Lá também fica o Projeto Tamar, instituição que trabalha na proteção das tartarugas marinhas, e pode ser visitado.

Praia do Magalhães

A Praia do Magalhães, em Governador Celso Ramos, é um pequeno paraíso. É o típico local "chega quem conhece". A dica é fazer como nossa equipe. Perguntar e perguntar até encontrar o caminho, já asfaltado, que leva à praia. O acesso é discreto; o lugar, pequeno e repleto de pescadores.

É mais fácil ver gente chegando por mar do que por terra. É comum as pessoas irem de lancha para almoçar e, para isso, elas nem precisam desembarcar, já que o garçom atende os pedidos na água mesmo.


Turistas descansam na praia do Magalhães
Foto: Daniel Conzi / Agência RBS

Completando a lista

• A Praia de Itapoá, na cidade homônima, fica na região Norte, divisa com o Paraná. A cidade tem 32 quilômetros de praias e é famosa por abrigar importante terminal portuário.

• A Praia Mole, na região Leste de Floripa, é point de diferentes tribos. A comunidade GLBT e os surfistas dividem democraticamente o espaço na areia. Esta foi a praia menos monitorada pela Fatma: 66 vezes.

• A extensa Praia do Capri, em São Francisco do Sul, é considerada pelos frequentadores boa para banhos de mar e esportes náuticos. Há no local as ruínas de um antigo leprosário, onde eram deixadas as pessoas que sofriam da doença.

• Duas praias de Laguna entraram na relação das mais limpas. A Praia do Cardoso, que fica na região do Farol de Santa Marta, tem em seu cenário águas frias e agitadas e dunas. É frequentada principalmente por surfistas - que vêm do mundo inteiro atraídos pela quantidade e qualidade das ondas - e pescadores. Com seis quilômetros de extensão, a Praia do Gi é famosa por abrigar a Pedra do Frade, que, por causa do formato curioso, é muito procurada pelos visitantes.

• Imbituba também figurou na lista com dois de seus balneários. Considerada uma das melhores praias para prática de windsurfe no Brasil, a paisagem da Praia de Ibiraquera conta com dunas, ilhas, lagoas e rios. A Praia da Vila fica próxima da região central da cidade e é território de surfistas e de amantes da natureza.

O Sol Diário
Busca