Números mostram que cresce abuso contra menores em Camboriú - O Sol Diário
 
 

 
 

Pedofilia26/02/2013 | 06h32

Números mostram que cresce abuso contra menores em Camboriú

Só neste ano, 10 casos já foram registrados pelo Conselho Tutelar na cidade; em 2012 foram 28

Números mostram que cresce abuso contra menores em Camboriú Marcos Porto/Agencia RBS
Situação em Camboriú preocupa o Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia Foto: Marcos Porto / Agencia RBS

A prisão de um homem suspeito de abusar e engravidar a sobrinha de 12 anos trouxe à tona a problemática dos abusos sexuais contra menores em Camboriú. Somente nos dois primeiros meses deste ano foram registrados 10 casos de estupro ou tentativa de estupro contra crianças e adolescentes na cidade, mais de um terço do total registrado pelo Conselho Tutelar em 2012, quando foram contabilizadas 28 ocorrências.

A situação preocupa o Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia também pela mudança no perfil dos agressores. A violência psicológica aplicada contra as vítimas está mais forte, o que torna ainda mais difícil o tratamento delas. Em um desses casos, foi com ameaças de morte que o tio de 27 anos abusou da sobrinha de 12 há aproximadamente dois meses.

Após ter sofrido um acidente de moto em novembro do ano passado, o suspeito foi se recuperar na casa da irmã, no Bairro Cedro, em Camboriú. O abuso ocorreu em um dia que a menina estava sozinha em casa com o homem. Os pais tinham saído para trabalhar. Amedrontada diante das ameaças, ela permaneceu em silêncio até que a mãe desconfiou da menstruação atrasada e da barriga da jovem.

Somente quando isso ocorreu, na semana passada, a adolescente abriu o jogo. Ao chegar em casa naquele dia, o suspeito viu a irmã chorando na rua e fugiu no mesmo instante. O Conselho Tutelar foi comunicado e a menina encaminhada para fazer exames que comprovaram a gestação. Revoltados com a notícia, parentes começaram a procurar o tio da jovem e o localizaram no domingo em Blumenau.

- Eles o detiveram na rodoviária até a chegada da polícia, provavelmente ele iria fugir de lá também - explica o coordenador do Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia, Manoel Mafra.

Como tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico, no Paraná, ele ficou detido e foi encaminhado para a Central de Polícia de Blumenau. Até a tarde de segunda-feira, o suspeito não tinha sido transferido.

Mafra conta que a família da adolescente está muito abalada com a situação. Os pais ainda não afirmaram como vão proceder em relação à gravidez, já que em casos como esse o aborto é permitido, mas é possível que a gestação seja mantida e o bebê entregue para a adoção. Toda a família foi encaminhada para atendimento psicológico no Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) da cidade.

Abusos chegam a um terço dos registros de 2012

O caso da adolescente chegou ao conhecimento do Conselho Tutelar na quinta-feira passada, somando o 10º registro de estupro ou tentativa na cidade. Além de somar mais de um terço dos registros totais de 2012, o número chamou a atenção do núcleo de prevenção porque nos últimos anos essas ocorrências vinham diminuindo consideravelmente.

- Estamos bastante preocupados e por isso vamos começar trabalhos de prevenção para que as famílias estejam mais atentas aos filhos - explica Manoel Mafra.

Segundo o coordenador, mais de 90% dos suspeitos de praticar abusos contra crianças e adolescentes são conhecidos das vítimas. Por isso, conforme ele, é importante que os pais estejam atentos e conversem bastante com os filhos:

- Hoje, pai e mãe trabalham fora, isso cria uma situação maior de vulnerabilidade, porque essa criança passa mais tempo sem a presença dos pais.

Delegado vai pedir prisão preventiva de suspeito

Responsável pelo caso do estupro envolvendo uma menina de 12 anos em Camboriú, o delegado Augusto Beduschi disse no fim da tarde de segunda que vai pedir a prisão preventiva do suspeito que está detido em Blumenau por tráfico. Ele deve ser ouvido no presídio, nos próximos dias. Não há previsão de transferência do preso para a região.

- Ainda não consegui ouvi-lo, mas a menina confirma a autoria - disse Beduschi.

Segundo ele, novos pedidos de prisão, relacionados a outros casos de abuso sexual de crianças e adolescentes que estão em fase de investigação, devem ocorrer nos próximos dias. Para o delegado, o grande número de casos registrado na cidade se deve à falta de vigilância dos pais em relação à segurança dos filhos:

- Crianças têm muita liberdade para a usar a internet, por exemplo, o que as expõe a riscos. Isso não só em Camboriú, mas em toda parte do mundo. É um crime difícil de coibir, os pais têm que estar mais vigilantes.

Perfil do abusador

- Em 90% dos casos o abusador é conhecido da família ou parente
- A maioria é homem
- Coagem as vítimas com ameaças contra ela ou familiares ou dando presentes
- Entre 20% e 35% dos abusadores sofrem abusos na infância
- Agem de forma violenta no que se refere às ameaças

Fonte: Conselho Tutelar de Camboriú

Comportamento das crianças abusadas

A maior parte das vítimas de abuso sexual, conforme o coordenador do Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia do Conselho Tutelar de Camboriú Manoel Mafra, não fala do problema e muitas se sentem culpadas. Por causa disso, os pais e responsáveis devem ficar atentos ao comportamento dos jovens.

A psicóloga do Creas, Taciana Miron, explica que algumas alterações no comportamento podem dar indícios de problemas. Confira:

- Resistência de ir pra escola ou fuga da escola
- Buscar o isolamento
- Não participar de brincadeiras como antes
- Resistir a estar com pessoas do sexo masculino, do qual geralmente são os abusadores
- Dificuldades de aprendizagem
- Ter comportamento agressivo
- Dificuldade para seguir regras
- Voltar a ter comportamentos infantilizados, por exemplo, no caso dos menores, voltar a fazer xixi na cama

Casos registrados em Camboriú em 2013

Data da comunicação: 21/02/2013
Vítima: menina, 12 anos
Suspeito: tio de 27 anos
Bairro: Cedro
Situação: pedida a prisão preventiva

Data da comunicação: 14/02/2013
Vítima: menina, 11 anos
Suspeito: vizinho, que começou a se corresponder com a vítima via internet antes de consumar o estupro
Bairro: Cedro
Situação: pedida a prisão preventiva

Data da comunicação: 14/02/2013
Vítima: menino, seis anos
Suspeito: irmão adolescente de 14 anos
Bairro: Monte Alegre
Situação: em investigação

Data da comunicação: 30/01/2013
Vítima: menina, 11 anos
Suspeito: padrasto de 36 anos
Bairro: Areias
Situação: em investigação

Data da comunicação: 21/01/2013
Vítima: menina, seis anos
Suspeito: padrasto de 35 anos
Bairro: Centro
Situação: em investigação

Data da comunicação: 12/01/2013
Vítima: menina, dois anos
Suspeito: marido da avó, 69 anos
Bairro: Monte Alegre
Situação: preso preventivamente uma semana depois

Data da comunicação: 08/01/2013
Vítima: adolescente, 15 anos (tentativa de estupro)
Suspeito: vizinho de 51 anos
Bairro: Santa Regina
Situação: em investigação

Data da comunicação: 06/01/2013
Vítima: adolescente, 16 anos (tentativa de estupro)
Suspeito: homem de 60 anos conhecido da família
Bairro: Monte Alegre
Situação: em investigação

Data da comunicação: 03/01/2013
Vítima: menina, 11 anos
Suspeito: padrasto de 27 anos
Bairro: Tabuleiro
Situação: em investigação

Data da comunicação: 01/01/2013
Vítima: menina, cinco anos
Suspeito: adolescente de 16 anos conhecido da família
Bairro: Monte Alegre
Situação: em investigação

Abusos registrados nos últimos cinco anos em Camboriú

2013 até 25/02 - 10
2012 - 28
2011 - 40
2010 - 62
2009 - 76
2008 - 94

Fonte: Conselho Tutelar de Camboriú

O SOL DIÁRIO

Notícias Relacionadas

Pedofilia 25/02/2013 | 09h51

Suspeito de violentar e engravidar a sobrinha de 12 anos em Camboriú é preso

Familiares detiveram o homem na rodoviária de Blumenau até a chegada da polícia

 
O Sol Diário
Busca