"Eles foram atraídos", diz avó de adolescente que está entre os três mortos na Guarda do Embaú - O Sol Diário
 
 

Crime04/06/2013 | 14h34Atualizada em 04/06/2013 | 14h36

"Eles foram atraídos", diz avó de adolescente que está entre os três mortos na Guarda do Embaú

Família de Rodrigo de Oliveira afirma que houve emboscada contra jovens.

Enquanto esperavam a retirada dos corpos dos três jovens mortos na Guarda do Embaú, em Palhoça, na manhã desta terça-feira, familiares revelaram informações aos policiais sobre suspeitos e também desabafaram sobre a violência.

— A gente tem certeza que tem alguma coisa, mais gente envolvida, um mandante no meio. Eles levaram dinheiro ao lugar para comprar um terreno, mas na verdade foram atraídos para o lugar. Isso não pode ficar assim — dizia revoltada Marlene de Oliveira.

Ela é avó de Gabriel de Oliveira, 15 anos, o adolescente que está entre os mortos e é filho do traficante Rodrigo de Oliveira, o Rodrigo da Pedra, que está preso desde fevereiro na Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Marlene não acredita que os crimes estejam relacionados ao filho e pai de Gabriel, que comandava o tráfico de drogas no Morro do Horácio, segundo a polícia, e é acusado de envolvimento com a segunda onda de atentados no Estado.

Júlio Cesar Thibes, 25 anos, genro de Marlene, também é um dos assassinados. Julio, conhecido como Dino, é quem disse aos familiares que iriam a Palhoça para comprar um terreno, na quarta-feira passada, quando desapareceram.

— Ele (Julio) é dono de um lavacar, trabalhava, e não tem nada a ver esse crime com o tráfico — disse Marlene aos jornalistas, antes de prestar depoimento na Delegacia de Polícia em Palhoça.

Além de Julio e Gabriel, foi morto Augusto Moreira das Chagas, 22 anos. Os três foram assassinados com tiros na cabeça. Para a polícia, houve execução cujos motivos podem estar relacionados com o tráfico de drogas ou desentendimentos.

DIÁRIO CATARINENSE

Notícias Relacionadas

Crime 04/06/2013 | 12h07

Corpos encontrados enterrados nas dunas da Guarda do Embaú apresentam marcas de execução

Entre as vítimas está o filho do traficante Rodrigo da Pedra, líder do tráfico no Morro do Horácio

O Sol Diário
Busca