Negociação25/02/2014 | 21h00

Reunião com Ministério da Pesca não põe fim à greve de pescadores de sardinha em Itajaí

Encontro entre setor produtivo e governo ampliou o debate sobre o preço mínimo do pescado. Nesta quarta, comitê discutirá o assunto novamente

Enviar para um amigo
Reunião com Ministério da Pesca não põe fim à greve de pescadores de sardinha em Itajaí Marcos Porto/Agencia RBS
Embarcações continuam paradas enquanto não houver solução do impasse no reajuste Foto: Marcos Porto / Agencia RBS

Os ânimos entre pescadores, armadores e indústrias conserveiras parecem estar mais tranquilos após as reuniões realizadas com o chefe de Assuntos Estratégicos e Relações Institucionais do Ministério da Pesca, Luís Sabanay, nesta terça-feira.

Os encontros ampliaram o debate sobre o preço mínimo da sardinha e definiram uma comissão composta por representantes de cada categoria, que participará de uma nova reunião na quarta-feira, ainda sem horário definido.

Para o presidente do Sindicato dos Pescadores Profissionais de Santa Catarina (Sitrapesca), Manuel Xavier, a reunião foi muito proveitosa e ampliou a discussão sobre o assunto.

— Agora mudou muito, eles estão dispostos a conversar sobre o preço da sardinha — explica.

Mesmo assim, segundo o dirigente, a greve permanece até que haja uma solução para o reajuste. O Sitrapesca estima que a cada dia deixam de ser capturadas 500 toneladas de pescado. Os prejuízos podem se refletir também no bolso do consumidor, caso não haja um entendimento entre os setores.

De acordo com o armador de pesca, Jorge Seif Júnior, que participou da reunião com o representante do Ministério da Pesca, o que vai regular o mercado é a oferta e procura.

— É uma negociação mais ampla, o governo tem que trazer novas perspectivas. Não é do dia para a noite que este problema vai se resolver. Enquanto não houver outras alternativas além da sardinha, isso vai continuar — destaca.

Conforme Seif, mesmo com a paralisação, que já dura oito dias, as indústrias conserveiras devem possuir um estoque de cerca de 5 mil toneladas de sardinha. No entanto, ele alerta que no dia 16 de abril o governo vai decidir sobre a cota de importação do pescado, que depende do quanto for capturado este ano.

— A gente já devia estar pescando. O governo vai ser obrigado a abrir as portas — argumenta.

O chefe de Assuntos Estratégicos e Relações Institucionais do Ministério da Pesca, Luís Sabanay, que acompanha as negociações, está otimista para a reunião que acontece nesta quarta. Segundo ele, existe ambiente para negociar e há a construção um processo de fortalecimento da indústria da sardinha de Santa Catarina e do país.

— O debate com a indústria, armadores e pescadores avançou. Uma comissão vai começar a discutir o assunto para chegar a um acordo. Temos que ver o futuro desse processo e ter um comitê permanente de diálogo — avalia.

Notícias Relacionadas

Preço mínimo 24/02/2014 | 17h

Pescadores de sardinha de Itajaí e região só voltam a trabalhar com proposta de reajuste

Prejuízos com a paralisação que dura uma semana devem chegar a R$ 3 mil por dia

Mobilização 18/02/2014 | 21h33

Pescadores de Itajaí e região fazem paralisação por reajuste no preço da sardinha

Categoria pede preço mínimo de R$ 1,60 o quilo e fez passeata nesta terça-feira

Mobilização 14/08/2013 | 14h31

Pescadores de Itajaí protestam por redução da importação de pescados e pelo fim do descarte

Manifestação pode ser retomada na semana que vem, caso Ministério não atenda reivindicações

Comentar esta matéria Comentários (1)

Alcides Pereira

Força para os Pescadores para que eles não abram mão do que é merecido, Armadores da pesca na maioria não tão nem ai com os Pescadores. Espero que alguns Proeiros não furem a greve, pois, são os que ganham 10, 15 vezes a mais que o pescador de convés e são os primeiros a furar a greve. Força galera.

26/02/2014 | 10h25 Denunciar

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMinistério Público apreende mais de meia tonelada de alimentos estragados em Bombinhas. Saiba mais: http://t.co/uv72TOB4aKhá 4 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioVÍDEO! Confira imagens gravadas pelo repórter fotográfico Marcos Porto do incêndio no depósito do Semasa em Itajaí: http://t.co/LEbdfyuy66há 6 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros