Problema técnico impede gravação das imagens do quebra-quebra em Balneário Camboriú - O Sol Diário
 
 

Violência04/03/2014 | 12h57

Problema técnico impede gravação das imagens do quebra-quebra em Balneário Camboriú

Armazenamento dos vídeos das câmeras de monitoramento foi comprometido

Um problema técnico impediu que as imagens das câmeras de monitoramento do ataque contra o posto da Guarda Municipal e posterior quebra-quebra, registrados na madrugada desta terça em Balneário Camboriú, fossem gravadas. Isso deve dificultar a identificação dos suspeitos que participaram da ocorrência.

De acordo com o chefe da Central de Emergência da PM, major Marcelo Egídio Costa, o problema foi detectado horas antes da ocorrência, durante a noite de segunda-feira. Imediatamente um técnico foi chamado para contornar a situação.

Mesmo assim, quando o posto da Guarda Municipal foi atacado por volta das 2h30 desta terça e em seguida começou uma arruaça pelo centro da cidade, as 51 câmeras instaladas na cidade estavam funcionando, mas um dos HDs de gravação permanecia inoperante. Isso comprometeu todo o servidor e nenhuma imagem captada no período da ocorrência foi armazenada.

— Alguns policiais identificaram suspeitos no momento em que as imagens eram transmitidas para a central de monitoramento, mas infelizmente não temos o gravação — explica.

A falha ainda não foi revertida, segundo o major. Uma solução paliativa foi encontrada e vai permitir que sejam gravadas imagens somente por um período de três ou quatro dias.

— Estamos tentando recuperar essas imagens, mas isso já ocorreu e sabemos que é muito difícil.

O SOL DIÁRIO

Notícias Relacionadas

Violência 04/03/2014 | 12h03

Após ataque, PM amplia restrição à circulação de garrafas na orla de Balneário Camboriú

Cerca de 40 pessoas atacaram com pedras o posto da Guarda Municipal na cidade

Operação 24/02/2014 | 19h48

Reunião define objetos proibidos durante os shows de Carnaval em Balneário Camboriú

Participaram do encontro representantes das secretarias de Segurança, Turismo, Saúde e Meio Ambiente, além do SAMU, Corpo de Bombeiros e Polícias Civil e Militar

O Sol Diário
Busca