Ex-lutador Kauê Mena se recupera de lesões e quer voltar a treinar - O Sol Diário
 
 

Um ano depois da briga08/07/2014 | 07h11

Ex-lutador Kauê Mena se recupera de lesões e quer voltar a treinar

Após episódio em Camboriú, jovem tem uma nova vida ao lado da família no Rio Grande do Sul

Ex-lutador Kauê Mena se recupera de lesões e quer voltar a treinar Arquivo Pessoal/Divulgação
Um ano após a briga em Camboriú, Kauê Mena se recupera das lesões Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação
Voltar para a universidade, morar sozinho em outra cidade e trabalhar em uma academia. O que há meses parecia utópico são as metas, para 2015, do ex-lutador de MMA Kauê Mena. Passado um ano da briga em um posto de combustíveis em Camboriú que quase causou a morte de Kauê, o jovem tem uma nova vida ao lado dos familiares no Rio Grande do Sul, quer retomar a autonomia e diz não guardar mágoas do episódio.

> Relembre o caso: briga ocorreu em julho de 2013, em Camboriú
> Ministério Público indiciou três por tentativa de homicídio
> Câmeras de segurança flagraram a briga em posto de combustíveis

Com direito a churrasco e bolo, a família Mena comemorou no último domingo o "aniversário de um ano" de Kauê. Foi no dia 6 de julho que a agressão ao atleta completou 12 meses e, para a família, essa data marca o renascimento do jovem de 23 anos.

— Fizemos isso porque quando saímos de Itajaí (onde o jovem ficou internado) o médico nos disse para comemorarmos uma nova vida — conta a mãe do rapaz, Gisele Mena.

Econômico com as palavras, o ex-atleta que hoje mora em Santa Vitória do Palmar (RS) conversou com a reportagem por telefone. Disse lembrar da noite de briga até cair desacordado, mas não comentou detalhes. Luta Somente quando o assunto muda para as lutas da carreira é que o jovem se solta e a conversa flui. Ele lembra com orgulho as oito lutas no MMA, 11 no muay tay e cinco no boxe, todas com vitória:

— Não vejo a hora de voltar a treinar.

Liberado pelos médicos para praticar atividades físicas, o retorno deve ocorrer aos poucos. No ano que vem, quando o irmão caçula Kauã também vai para a faculdade, o ex-lutador vai retomar a graduação. Faltava um semestre para se formar em Educação Física quando Kauê decidiu vir a Balneário investir na carreira de lutador. A ideia do jovem é retomar o TCC e dar aulas numa academia de Pelotas (RS).

— Jovem né, ele quer morar sozinho e todos os amigos dele estão lá em Pelotas, além de ser uma cidade maior — diz a mãe Gisele Mena.

Os planos podem parecer modestos, mas são um exemplo de superação e fé de toda a família. No início, chegou-se a pensar que o rapaz teria sequelas tão graves sobrevivendo que não seria capaz de se vestir sozinho.

Leoa incansável

Durante o tempo que Kauê ficou internado, Gisele Mena, 52 anos, viveu horas terríveis. A pior delas foi quando foi chamada por um dos médicos que tentou prepará-la para o pior. Mas a professora não se abateu. Foi até o filho na UTI e conversou com ele, disse que estava a seu lado e que ficaria ali. No dia seguinte, Kauê apresentou melhora.

O jovem chegou a ficar com 14 aparelhos ligados ao corpo para garantir a sobrevivência. Após quase um mês internado no hospital Marieta em Itajaí, pôde ser levado para Pelotas. Lá, ficou mais fácil para Gisele acompanhar o tratamento do filho, que só foi para casa em dezembro do ano passado.

— Em Itajaí fiquei na casa de uma família que me adotou porque não dávamos conta de pagar hotel — lembra.

Em casa tudo ficou mais fácil e o amor dos vários primos, do pai e do irmão mais novo ajudou na recuperação, como acredita Gisele. Ainda assim, Kauê tem muito o que trabalhar. A agressão sofrida causou danos neurológicos que provocam lapsos de memória. Kauê chegou a perder a visão, fato que foi percebido pela mãe ainda no hospital, mas desde o início havia perspectiva de que ela voltasse.

— Um dia ele me perguntou o que estávamos fazendo e eu respondi "estamos te cuidando", mas ele falou "não estão não, vocês estão tomando chimarrão" — lembra Gisele, emocionada.

O amor de mãe toma conta do discurso de Gisele até mesmo quando o assunto são filhos de outras mães. Ela diz crer na justiça de Deus e também na dos homens, mas não fala necessariamente que os rapazes que agrediram Kauê há um ano devem ou não ser punidos.

— Cada rapaz que agrediu o Kauê tem uma mãe como eu e uma mãe nunca cria um filho para ser um agressor — justifica.

O SOL DIÁRIO

Notícias Relacionadas

Confusão 24/09/2013 | 20h48

Advogado de Maiquel Falcão vai pedir extinção de processo por assédio

Alegação da defesa é que a vítima não compareceu à audiência

Briga em posto 15/08/2013 | 20h10

MP denuncia três por tentativa de homicídio em briga envolvendo lutadores de MMA em Camboriú

Decisão muda entendimento do inquérito policial, que indiciou dois dos jovens por lesão corporal

Briga em posto 13/08/2013 | 10h53

Polícia indicia envolvidos em briga com lutadores, em Camboriú, por tentativa de homicídio

Um dos suspeitos de participar das agressões poderá responder por crime triplamente qualificado

Briga em posto 29/07/2013 | 21h19

Kauê Mena é transferido para quarto em hospital de Itajaí

Lutador de MMA, que se envolveu em confusão em posto de combustíveis, permanece desacordado

Briga em posto 15/07/2013 | 15h17

Mulher envolvida na confusão com lutadores de MMA em Camboriú fala sobre o caso

Advogados da mulher pretendem processar o lutador Maiquel Falcão por calúnia

Confusão no posto 12/07/2013 | 16h29

Suspeito de agredir lutador de MMA diz não ter percebido que Kauê Mena estava desacordado

Último identificado é um rapaz de 22 anos, que prestou depoimento nesta quinta-feira

Mudança 11/07/2013 | 10h51

Jovem que teria sido pivô de briga em posto de Camboriú registra boletim de ocorrência contra lutador

Lutador Kauê Mena continua internado no hospital Marieta, em Itajaí

Mudança 10/07/2013 | 16h44

Lutador Kauê Mena consegue transferência para a UTI do Hospital Marieta, em Itajaí

Atleta estava internado desde sábado no Hospital do Coração e aguardava vaga no SUS

Confusão 08/07/2013 | 17h45

Polícia Civil de Camboriú investiga briga envolvendo lutadores de MMA

O atleta Kauê Mena, que treina em Balneário Camboriú, está internado em estado grave

O Sol Diário
Busca