Diferente de operação em 2007, PF garante que Ex-Câmbio foi mais complexa - O Sol Diário
 
 

Crimes financeiros22/09/2015 | 18h33

Diferente de operação em 2007, PF garante que Ex-Câmbio foi mais complexa

Ação teve 280 policiais envolvidos para cumprir 27 mandados de prisão e 68 de busca e apreensão

Diferente de operação em 2007, PF garante que Ex-Câmbio foi mais complexa Marcos Porto/Agencia RBS
Foram cumpridos 27 mandados de prisão, 10 preventivas e 17 temporárias Foto: Marcos Porto / Agencia RBS

Mais complexa do que outras operações, a Ex-Câmbio mobilizou nesta terça-feira 280 policiais federais para cumprir mandados em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. O delegado que coordenou a ação, Christian Wurster afirma que uma equipe permanente trabalha há mais de um ano na apuração, usando importantes e modernas ferramentas de investigação.

— Em 2007 fizemos uma operação parecida, mas utilizamos menos ferramentas. Desta vez, usamos medidas especiais relacionadas ao crime organizado, como interceptação telefônica e de dados, busca e apreensão e ações controladas, como monitoramento e vigilância dos investigados — explica.

Conforme o delegado, doleiros investigados em 2007 foram absolvidos e voltaram a ser alvos na Ex-Câmbio, pois continuavam praticando crimes. Wurster afirma que esse foi um dos motivos para a operação ter se tornado mais complexa.

— Basicamente eram doleiros já conhecidos da PF que antes trabalhavam na clandestinidade e que hoje estão no mercado oficial de forma fraudulenta — completa.

Ouro Verde

Em outubro de 2007, cinco acusados de envolvimento na Operação Ouro Verde, deflagrada em março, foram condenados pela Justiça Federal de SC. A ação da PF revelou um esquema bilionário de um banco paralelo, responsável por um rombo aos cofres públicos estimado em R$ 1 bilhão só em impostos sonegados, segundo a Receita Federal.

Um empresário de Jaraguá do Sul era apontado como o mentor do negócio e foi condenado a 19 anos e seis meses de prisão, além de ter que pagar multa de R$ 2 milhões. O irmão dele e braço-direito no esquema pegou 17 anos e seis meses de prisão. Os outros envolvidos tiveram penas menores.

Leia mais sobre a Ex-Câmbio:
Os detalhes do esquema de doleiros que movimentava US$ 600 milhões
PF desarticula esquema de doleiros que rendia US$ 600 milhões ao ano
Ex-jogador da Dupla Gre-Nal, Fábio Pinto é preso em Santa Catarina
Doleiros investigados usavam listas de CPFs para fraudar operações
Polícia Federal encontrou dinheiro escondido em urso de pelúcia

Confira a galeria de fotos da Operação Ex-Câmbio:

O SOL DIÁRIO

Notícias Relacionadas

Operação Ex-Câmbio 22/09/2015 | 18h18

Durante cumprimento de mandados, PF encontrou dinheiro escondido em urso de pelúcia

Bastidores revelam ainda que sacola com dinheiro e notebook foram jogados pela janela

Fraude 22/09/2015 | 17h59

Doleiros investigados na Ex-Câmbio usavam listas com CPFs para falsificar operações cambiais

Ação da Polícia Federal que desarticulou o esquema foi deflagrada em SC, PR e RS

Ex-Câmbio 22/09/2015 | 15h21

Os detalhes do esquema de doleiros que movimentava US$ 600 milhões ao ano a partir de Santa Catarina

Operação da PF para desarticular quatro organizações criminosas foi deflagrada nesta terça

Detido 22/09/2015 | 14h35

Ex-jogador da dupla Gre-Nal é preso em Santa Catarina

Prisão em Itajaí fez parte Operação Ex-Câmbio

Operação Ex-Câmbio 22/09/2015 | 08h33

PF desarticula esquema de doleiros que rendia US$ 600 milhões ao ano em SC, RS e PR

Ação ocorre em Porto Alegre, Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Dionísio Cerqueira, Porto Belo, Joinville, Curitiba e Barracão (PR)

O Sol Diário
Busca