MP nega prisão de principal suspeito do assassinato de jovem de 19 anos em Navegantes - O Sol Diário
 
 

Violência09/12/2015 | 18h57Atualizada em 09/12/2015 | 19h57

MP nega prisão de principal suspeito do assassinato de jovem de 19 anos em Navegantes

Conforme a Polícia Civil, promotoria entendeu que não havia elementos suficientes

MP nega prisão de principal suspeito do assassinato de jovem de 19 anos em Navegantes Reprodução/Facebook
Francielle Sena de Oliveira, 19 anos, era moradora de Itajaí Foto: Reprodução / Facebook

O Ministério Público negou o pedido de prisão feito pela Polícia Civil de Navegantes contra o principal suspeito de ter assassinado Francielle Sena de Oliveira. De acordo com a polícia, o ex-companheiro da vítima, de 34 anos, teria estado com ela no dia do crime, próximo ao local onde o corpo foi encontrado. A jovem foi achada morta na praia no dia 31 de novembro.

Ex-namorado de jovem morta em Navegantes é o principal suspeito do crime

Diante da negativa do MP, a polícia vai traçar uma nova estratégia nas investigações. Nesta quarta-feira, o delegado responsável pelo caso Ricardo Labes se reuniu com o delegado regional, Ângelo Moreno Cintra Fragelli, e o responsável pela Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Itajaí, Wesley Silva. O encontro ocorreu após um pedido de ajuda feito pelo delegado de Navegantes à DIC, porém o caso permanecerá na delegacia da cidade. Conforme Fragelli, eles analisaram o inquérito e traçaram novas diretrizes para o caso.

— O Ministério Público entendeu que não havia elementos para fazer a prisão. Agora vamos fazer novas diligências para buscar outras provas — comenta.

Para a Polícia Civil, o homem é o principal suspeito de ter assassinado Francielle, pois não aceitaria a gravidez da jovem. Em depoimento, ele negou as acusações e disse que apenas deu carona para ela até Navegantes. O suspeito também disse ter trocado o local onde estava a motocicleta de Francielle a pedido dela.

Os exames solicitados ao Instituto Geral de Perícias não foram entregues à polícia. O IGP está analisando ainda a possibilidade de fazer um exame de DNA com os vestígios encontrados no corpo da vítima, segundo o delegado Fragelli.

Manifestação por justiça

Amigos e familiares de Francielle estão organizando uma manifestação por justiça neste sábado, em Itajaí. O ato está marcado para este sábado às 15h, com saída da Avenida Beira-rio. Uma página no Facebook também foi criada para convidar a comunidade. Nesta quarta-feira havia 185 confirmações.

O crime

O corpo de Francielle Sena de Oliveira foi achado às 6h15 o dia 31 de novembro por um morador que estava caminhando pela praia de Navegantes. A Polícia Militar informou que a vítima estava desaparecida desde a noite de domingo.

Conforme a PM, Francielle morava em Itajaí e saiu de casa por volta das 21h de domingo para ir à igreja com um primo. No caminho de volta os dois se separaram e a jovem seguiu para outro local – desde então ela não foi mais vista pela família. Um boletim de desaparecimento chegou a ser registrado na Polícia Civil.

A polícia informou ainda que a vítima foi encontrada na areia com a roupa íntima rasgada e sinais de violência pelo corpo. Ela tinha, segundo a PM, hematomas no pescoço e nas mãos. Além disso, a calça que Francielle vestia estava a cerca de 200 metros do corpo.

O SOL DIÁRIO

Notícias Relacionadas

Violência 02/12/2015 | 19h23

Ex-namorado de jovem morta em Navegantes é o principal suspeito do crime, diz Polícia Civil

Francielle Sena de Oliveira, 19 anos, foi achada morta na praia com marcas de violência

Violência 30/11/2015 | 18h23

Jovem de 19 anos é encontrada morta na praia em Navegantes

Francielle Sena de Oliveira estava desaparecida desde a noite de domingo

O Sol Diário
Busca