Cerca de 95% das casas de Ponte Alta do Norte, no Planalto Serrano de Santa Catarina, estão sem luz - O Sol Diário
 
 

Tempestade16/05/2016 | 10h31Atualizada em 16/05/2016 | 14h42

Cerca de 95% das casas de Ponte Alta do Norte, no Planalto Serrano de Santa Catarina, estão sem luz

Município no foi atingido por ventos fortes domingo à noite. Três pessoas morreram na cidade 

Cerca de 95% das casas de Ponte Alta do Norte, no Planalto Serrano de Santa Catarina, estão sem luz Ricardo Silveira  / Rádio União/ Divulgação/Rádio União/ Divulgação
Estragos registrados em Porto União, no Planalto Norte de Santa Catarina  Foto: Ricardo Silveira / Rádio União/ Divulgação / Rádio União/ Divulgação

Casas de alvenaria totalmente destruídas em meio ao verde do Planalto Norte e Serrano de Santa Catarina. Os ventos que atingiram a comunidade de Antônio Cândido, em Porto União, no Planalto Norte, foram tão fortes que nenhuma parede da casa de Artur Leonor Rebein, 52 anos, permaneceu firme. O morador foi uma das quatro vítimas fatais confirmadas até a manhã desta segunda-feira. Numa distância de quase 200 quilômetros, o cenário de destruição visto em Porto União se repete na cidade vizinha de Ponte Alta do Norte, no Planalto Serrano.

Meteorologistas confirmam micro-explosões em Santa Catarina

Foto feita pelo Arcanjo mostra como ficou a região de Ponte Alta do Norte Foto: Arcanjo 1 / Divulgação/ Twitter

Vento forte causa estragos em cidades de Santa Catarina

Até as 11h30min desta segunda-feira Ponte Alta do Norte, município com cerca de 3,4 mil habitantes e 1.424 unidades consumidoras, seguia com 1,1 mil casas sem luz, ou seja, 95% das residências da cidade ainda estavam sem iluminação desde que a forte tempestade atingiu o local por volta das 20h de domingo. Três vítimas fatais, identificadas como Daniel da Silva Farias, de 62 anos, Valdivina Alves de Oliveira, de 55 anos e Francisco Alves Proença de 90 anos, eram da mesma família e moravam em uma comunidade rural do município. 

Os mortos da mesma família estavam no interior de casa quando os ventos atingiram a região. Sob os escombros, chegaram a ser resgatados, mas não resistiram. Uma quarta familiar, que não teve o nome divulgado, foi levada para o Hospital de Curitibanos. 

Quatro pessoas morrem após ventos fortes atingirem Santa Catarina

Segundo a Defesa Civil, cerca de 100 casas foram atingidas e ao menos 21 pessoas receberam atendimento neste hospital. Destas, seis seguem internadas, sendo quatro em Curitibanos, uma em Caçador e outra em Lages, sendo que as duas últimas permanecem em estado grave. O Secretário da Defesa Civil, Milton Hobus, deve chegar na região no início da tarde para avaliar a situação da região.

Casas foram destruídas em Ponte Alta do Norte  Foto: Defesa Civil / Divulgação

Bombeiros trabalharam por nove horas seguidas

Os bombeiros de Porto União trabalharam por pelo menos nove horas seguidas durante o atendimento às vítimas da tempestade que atingiu a região no domingo à noite. A comunidade mais atingida teria sigo o Legru, no interior de Porto União. As informações são da Rádio União

Falta de energia elétrica e árvores sobre a pista dificultaram a chegada da equipe de socorro às vítimas  Foto: Bombeiros de Porto União / Divulgação/ Rádio União

Em entrevista à rádio, o comandante tenente Marcos Colla relatou que a equipe foi acionada por volta das 20h de domingo, mas o deslocamento da equipe de socorro ficou prejudicado por conta das árvores e galhos que bloqueavam a pista e da falta de energia elétrica na região.

— Relataram que foi um tornado e que teriam vítimas fatais no local — detalha o comandante.

Colla descreve que ainda durante o deslocamento da equipe já era possível ver inúmeras casas danificadas e outras completamente destruídas. Em umas das residências, os bombeiros localizaram duas pessoas. Uma delas foi resgata com vida e encaminhada para atendimento médico na região. A outra não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Bombeiros ainda estariam no local, mas parte da equipe retornou para a corporação por volta das 5h desta segunda-feira

A situação nas duas regiões 

Porto União, no Planalto Norte de SC
- Uma morte confirmada
- Não há registro de falta de luz na cidade

Ponte Alta do Norte, no Planalto Serrano de SC
- Três mortes confirmadas
- 1.178 das 1.242 unidades consumidoras estavam sem luz até as 11h30min desta segunda-feira

O Sol Diário
Busca