Dagmara Spautz: Bacia de evolução interfere no limite para os gigantes no Complexo Portuário de Itajaí - O Sol Diário
 
 

Economia10/08/2016 | 09h54

Dagmara Spautz: Bacia de evolução interfere no limite para os gigantes no Complexo Portuário de Itajaí

A bacia de evolução interfere diretamente nos limites de embarcações que podem atracar nos portos de Itajaí e Navegantes. Hoje, o maior navio a atracar às margens do Itajaí-Açu tem 305 metros de comprimento. São medianos, se considerado o mercado internacional de contêineres. A tendência é que os armadores operem navios cada vez maiores e mais carregados. É uma conta simples: quanto mais carga por viagem, menor o custo de transporte.

:: Sem recursos, não há previsão para a segunda etapa da bacia do Complexo Portuátio de Itajaí

A expectativa era de prejuízos milionários, com possibilidade de perda de linhas, devido às restrições. A previsão só não se concretizou porque a crise no mercado exterior conteve a "febre dos gigantes" na navegação.

Passo a passo

As obras da nova bacia de evolução, feitas pela construtora Triunfo, começaram pela remoção de pedras do molhe norte, em Navegantes. A estrutura terá a angulação levemente alterada para permitir a alteração nos parâmetros de manobras. Depois que a bacia estiver pronta, os navios vão girar 180º na altura do Saco da Fazenda e seguirão de ré até atracar, em Itajaí ou Navegantes.

O SOL DIÁRIO - O SOL DIÁRIO

O Sol Diário
Busca