Foragido é preso em Navegantes ao ser reconhecido por juíza durante voo doméstico - Segurança - O Sol Diário
 

Prisão de fugitivo17/07/2013 | 08h57

Foragido é preso em Navegantes ao ser reconhecido por juíza durante voo doméstico

Homem foi condenado por estuprar uma criança de 4 anos em 2008

Uma viagem de São Paulo a Navegantes terminou mal para um homem foragido desde 2008. Gilson Hellmann, que foi condenado por estupro, acabou reconhecido por uma juíza ao embarcar no avião. A magistrada avisou a polícia, que fez a prisão assim que a aeronave aterrissou em solo catarinense.

A prisão ocorreu na tarde de domingo no Aeroporto Internacional Ministro Victor Konder, em Navegantes. Antes que o avião decolasse em São Paulo, a juíza reconheceu o foragido e entrou em contato com policiais da Divisão de Investigações Criminais (DIC), que o aguardou no aeroporto.

Assim que desceu do avião, Hellmann recebeu voz de prisão, foi conduzido à delegacia e depois ao presídio da Canhanduba, em Itajaí. Ele foi condenado a mais de 10 anos de reclusão por abuso de vulnerável.

Por várias vezes, os policiais civis tentaram localizá-lo em casa e na empresa, mas Hellmann sempre acabava conseguindo fugir. Conforme o delegado Celso Pereira de Andrade, a última informação que a polícia tinha era de que ele estaria fora do país.

O SOL DIÁRIO

O Sol Diário
Busca