Cinco morrem em confronto com a polícia em Balneário Piçarras - Segurança - O Sol Diário
 
 

Tiroteio20/03/2014 | 21h44Atualizada em 20/03/2014 | 23h29

Cinco morrem em confronto com a polícia em Balneário Piçarras

Todos iriam assaltar uma casa no interior, segundo delegado

Cinco morrem em confronto com a polícia em Balneário Piçarras  Marcos Porto/Marcos Porto
Tiroteio ocorreu em Balneário Piçarras Foto: Marcos Porto / Marcos Porto

Cinco pessoas morreram em confronto com a polícia em Balneário Piçarras nesta quinta-feira, por volta de 20h. Segundo o delegado Rodolfo Farah, o grupo é suspeito de tentar assaltar uma casa na estrada geral do Morretes. Outro suspeito fugiu de moto e não havia sido localizado até as 22h. .

O delegado explica que as polícias Militar e Civil de Penha e Piçarras monitoravam uma quadrilha que estaria assaltando casas na região e souberam que haveria o assalto nesta quinta-feira. Duas equipes foram para o local e montaram uma barreira, colocando uma viatura no meio do rua, a cerca de um quilômetro do imóvel, e outra descaracterizada no começo da via, onde agentes acompanhavam a movimentação.

Segundo a polícia, um dos suspeitos veio de moto e começou a atirar ao ver a viatura no meio da rua, fugindo em seguida. Um gol que vinha logo atrás bateu contra o carro da polícia. Dele desceram os cinco homens, que morreram durante a troca de tiros. Nenhum policial ficou ferido.

Os suspeitos estavam sem documentos e ainda não foram identificados. A polícia seguia em busca do fugitivo até o fim da noite. Quatro armas foram apreendidas. O veículo usado pelos supostos assaltantes tinha registro de furto. O Instituto Geral de Perícias (IGP) recolheu os corpos por volta das 22h.

Participaram da operação quatro policiais civis e sete militares, vindos de Penha, Piçarras, Barra Velha e Navegantes. A casa seria alvo do assalto porque os suspeitos saberiam que o proprietário guardava dinheiro no imóvel. A polícia não informou se o dono estava no local no momento da ação.

Farah disse ainda que o grupo também é suspeito de assaltar caminhoneiros, mas não seria a único agindo nos municípios. Os suspeitos também teriam envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia.

Nesta sexta-feira, a polícia vai mostrar a foto dos suspeitos a vítimas de assalto para que sejam reconhecidos.

O SOL DIÁRIO

O Sol Diário
Busca