Preso em Florianópolis fugitivo de SP condenado por assassinato - Segurança - O Sol Diário
 
 

Policiais de campana22/05/2015 | 19h35Atualizada em 22/05/2015 | 20h46

Preso em Florianópolis fugitivo de SP condenado por assassinato

Alex Sandro Norilla vivia em condomínio no bairro João Paulo.

Preso em Florianópolis fugitivo de SP condenado por assassinato Polícia Civil/Divulgação
Alex Sandro Solera Norilla: quatro ordens de prisão decretadas. Foto: Polícia Civil / Divulgação

Após uma semana de campana na região de um condomínio no bairro João Paulo, em Florianópolis, policiais civis da Delegacia de Combate às Drogas (Decod) conseguiram prender na tarde desta sexta-feira um fugitivo da Justiça de São Paulo e de Santa Catarina.

A Decod informou que Alex Sandro Solera Norilla, 40 anos, estava com quatro mandados de prisão decretados, sendo um deles referente a uma condenação de 23 anos de prisão por assassinato em São Paulo.

Norilla foi surpreendido às 17h quando chegava no portão do edifício dirigindo uma BMW.

Os policiais o aguardavam em duas viaturas descaracterizadas e o abordaram assim que o carro se aproximou do prédio, dando voz de prisão.

— Tínhamos a informação que um foragido de São Paulo estaria escondido em Santa Catarina, no João Paulo, usando documento falso. Ficamos uma semana o investigando e quando tivemos a certeza que era essa a pessoa certa o abordamos. Ele é de alta periculosidade e em São Paulo mexe com cargas roubadas — disse o delegado da Decod, Antônio Cláudio Seixas Joca, responsável pela operação.

Segundo a polícia, Norilla é natural de São Paulo e a suspeita é que estava vivendo há três anos em Santa Catarina, onde utilizaria o nome falso de Alex do Amaral.

As outras ordens de prisão são por receptação da Justiça de Chapecó, no Oeste do Estado, em que teria agido com desmanche de veículos.

O delegado afirmou que o homicídio seria referente a uma morte que Norilla cometeu contra um ex-comparsa, em São Paulo, há 15 anos.

Os crimes pelos quais é investigado são roubo de cargas, estelionato e receptação.

BMW é apreendida

A Decod apreendeu a BMW em que estava por suspeita de adulteração. No apartamento foram apreendidos cerca de 20 telefones celulares e uma série de documentos com suspeita de falsificação.



Ele deverá ser encaminhado ainda nesta sexta-feira para a Penitenciária de Florianópolis.

O DC não teve acesso ao preso nem ao seu advogado, cujo nome também não foi informado. À polícia, Norilla afirmou que estaria trabalhando com o comércio de roupas.

Norilla é o segundo preso na Grande Florianópolis, nos últimos dias, oriundo do Estado de São Paulo.

Na quarta-feira, policiais civis de Santa Catarina e de Santos (SP) prenderam Wendel Tavares Leite, 34 anos, em um apartamento no bairro Areias, em São José, por tráfico de drogas e suspeita de pertencer a uma organização criminosa de São Paulo.

DIÁRIO CATARINENSE

Veja também

O Sol Diário
Busca