Integrante da Força Nacional morre após ser baleado na Maré - Segurança - O Sol Diário

Violência12/08/2016 | 01h51Atualizada em 12/08/2016 | 01h57

Integrante da Força Nacional morre após ser baleado na Maré

O soldado Hélio Andrade estava internado em estado grave

ZH Esportes
ZH Esportes

O soldado Hélio Vieira, 35, agente da Força Nacional baleado na cabeça quarta-feira, após entrar por engano na comunidade Vila do João, no complexo da Maré, morreu nesta quinta. O anúncio foi feito no fim da noite pelo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, em sua conta em rede social.

Atingido no rosto por um tiro de arma longa, o soldado Hélio Andrade, da Polícia Militar de Roraima, ficou em estado grave após entrar por engano em uma zona de traficantes enquanto fazia uma ronda. Ele foi encaminhado para cirurgia de urgência no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, zona norte da capital fluminense. O procedimento terminou por volta das 21h, após 4h30min de duração. Na noite desta quinta-feira, porém, o soldado morreu.

Leia mais
Sargento da reserva da BM reage a assalto e mata criminoso em Viamão
Preso suspeito de usar máscara do Homem-Aranha em assaltos na Capital
Criminosos mortos em confronto com a BM de Caxias eram especialistas em roubos de carga

"Quero expressar meus sentimentos aos familiares do soldado Hélio Vieira, que sofreu um ataque covarde e, infelizmente, morreu hoje em decorrência dos ferimentos. Soldado Vieira é um verdadeiro herói do nosso País. Nosso Presidente da República, Michel Temer, decretará luto oficial pela morte de nosso herói. Honra e Dignidade aos nossos policiais", afirmou o ministro em conta nas redes sociais.


*ZHESPORTES COM AGÊNCIAS

 

Veja também

  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros